Notas Econômicas: 11 a 15 de abril de 2022

122
Cidade de Goiás (GO) – Encenação da via sacra de Jesus Cristo, durante a procissão do fogaréu na cidade de Goiás (Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

Coleta de informações semanais feita pelo Economista Paulo Roberto Bretas

Com o controle da pandemia de covid-19 e o aumento do número de pessoas vacinadas em todo o país, várias cidades retomaram neste ano as celebrações da Semana Santa. Depois de dois anos sem eventos presenciais, a população poderá assistir missas e encenações da Via Sacra, além de procissões e outros eventos religiosos.

FELIZ PÁSCOA!!!

Economia e Finanças

Bandeira Verde Até o Fim de 2022: A tendência é que o setor elétrico passe todo o restante do ano de 2022 com a bandeira verde nas tarifas de energia, ou seja, sem cobrança extra, segundo o diretor-geral do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), Luiz Carlos Ciocchi. Eu diria até as eleições (Valor)

Vendas de Cimento: O mercado brasileiro de cimento, fortemente afetado por chuvas em algumas regiões do país em janeiro e fevereiro, fechou o primeiro trimestre do ano com declínio de 2,4% nas vendas, informou o SNIC, entidade que reúne as fabricantes do setor. Em março, no entanto, houve certa recuperação, com aumento de 0,3% nas vendas, para 5,53 milhões de toneladas. (Valor)

Sobem os Preços do Etanol: Os preços do etanol hidratado (que abastece os tanques diretamente) subiram nos postos da maioria dos Estados por mais uma semana seguida, em descompasso com os preços da gasolina, que caíram na maior parte do país. (Valor)

Queda no Setor Serviços 1: Segundo os dados da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS) divulgados IBGE, o volume de serviços prestados no país teve queda de 0,2% em fevereiro, em relação ao mês anterior. Em janeiro, houve recuo de 1,8% (dado revisado após divulgação inicial de baixa de 0,1%). Com isso, a perda acumulada em dois meses é de 2%. Apesar do desempenho de fevereiro, os serviços estão, em média, 5,4% acima do nível pré-pandemia, em fevereiro de 2020. (Valor)

Queda no Setor Serviços 2: Porém, veja, na comparação com fevereiro de 2021, o indicador teve alta de 7,4%. No resultado acumulado em 12 meses até fevereiro, houve alta de 13%. (Valor)

Confiança na Indústria Sobe: O Índice de Confiança do Empresário Industrial (Icei), da Confederação Nacional da Indústria (CNI), subiu de 55,4 pontos em março para 56,8 pontos em abril. O avanço de 1,4% reverte a queda de 1,3% no primeiro trimestre deste ano. Icei acima de 50 pontos representa confiança. (Valor)

Brasil no Comércio Mundial 1: Segundo dados da Organização Mundial do Comércio (OMC), o Brasil voltou a subir uma classificação no ranking dos exportadores mundiais e recuperou uma posição como importador em 2021, num cenário complicado de pandemia de covid-19 e rupturas nas cadeias de abastecimento.  (Valor)

Brasil no Comércio Mundial 2: Em 2021, o Brasil tornou-se o 25º maior exportador mundial de mercadorias, com vendas de US$ 281 bilhões e que representaram alta de 34% comparado ao ano anterior. O Brasil aumentou sua fatia nas vendas globais, agora representando 1,3% do total comparado a 1,2% no ano anterior. (Valor)

Brasil no Comércio Mundial 3: Ao mesmo tempo, em 2021, o Brasil tornou-se o 27º maior importador, depois de ter perdido uma posição e ficado em 29º em 2020. As compras atingiram US$ 235 bilhões, com alta de 38%. Representaram 1% do total mundial em 2021, comparado a 0,9% no ano anterior. (Valor)

O Brasil na Compra e Venda de Serviços: Quanto ao comércio de serviços, o Brasil não está entre os 30 maiores exportadores, com suas vendas de US$ 32 bilhões, numa alta de 16% em comparação a 2020. Ao mesmo tempo, é o 26ª maior importador, com compras de US$ 49 bilhões ou 0,9% do total mundial. As importações brasileiras de serviços cresceram 2% no ano passado. Temos muito a crescer e melhorar. (Valor)

Agências Reguladoras Sobre Ataque 1: Diante dos ataques feitos pelo presidente Jair Bolsonaro às agências reguladoras, que são fundamentais numa concepção de capitalismo liberal civilizado, empresários e parlamentares com boa interlocução com o governo articulam uma proposta de mudança constitucional para diminuir o atual escopo dos órgãos reguladores. (Valor)

Agências Reguladoras Sobre Ataque 2: Qual é a ideia básica? Segregar atribuições hoje desempenhadas pelas agências, deixando com elas apenas a execução e a fiscalização dos contratos. De acordo com a minuta da PEC, cada setor regulado pode ter dois novos conselhos. Um deles, vinculado ao ministério setorial, seria responsável por toda a elaboração de normas. Outro seria um órgão administrativo independente e nos moldes do Carf, o conselho de recursos às atuações realizadas pela Receita Federal, incumbido de julgar contenciosos entre empresas e o poder público. (Valor)

Agências Reguladoras Sobre Ataque 3: A verdade é que Bolsonaro tem feito diversos ataques à autonomia das agências reguladoras. O principal foco do presidente tem sido a Anvisa (vigilância sanitária), que aprovou o registro emergencial da Coronavac e a vacinação infantil contra covid-19 – medidas criticadas pelo presidente. (Valor)

Turismo Mostra Desempenho Fraco da Economia 1: O volume de prestação de serviços ligados ao turismo no Brasil recuou pelo segundo mês seguido, em fevereiro, e seu patamar ainda está abaixo do observado antes da pandemia. (Valor)

Turismo Mostra Desempenho Fraco da Economia 2: O indicador de atividades turísticas do IBGE caiu 1% em fevereiro, frente a janeiro, após recuo de 0,4% no mês anterior, também na série com ajuste sazonal. A atividade turística ainda está 10,9% abaixo do patamar pré-pandemia, em fevereiro de 2020. (Valor)

Mais um Sinal Recessivo: As expedições de papelão ondulado seguiram perdendo força em março, segundo prévia da Associação Brasileira de Embalagens em Papel (Empapel). No mês de março, o Índice Brasileiro de Papelão Ondulado (IBPO) recuou 9,6% na comparação anual, para 147,2 pontos. No primeiro trimestre a expedição de papelão ondulado foi 9,8% inferior ao registrado nos três primeiros meses do ano passado. (Valor)

Novo Centro Logístico em Minas: A empresa Via que é dona das redes Casas Bahia e Ponto, assinou um protocolo de intenções com o governo de Minas Gerais para investir R$ 36 milhões na modernização de dois centros de distribuição e construção de uma unidade logística no Estado. O acordo foi intermediado pelo Invest Minas. De acordo com dados da Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais, 20% do comércio eletrônico do país passa pelo Estado. Outras varejistas, como Privalia, Amazon e Mercado Livre, também mantêm centros de distribuição no Estado. (Valor)

Vendas no Varejo Aumentam 1: Segundo a Pesquisa Mensal do Comércio (PMC), divulgada pelo IBGE. O volume de vendas no varejo teve alta de 1,1% em fevereiro, perante o mês anterior, na série com ajuste sazonal, No primeiro mês de 2022, o comércio tinha avançado 2,1% (dado revisado após divulgação de aumento de 0,8%). (Valor)

Vendas no Varejo Aumentam 2: O varejo restrito registrou alta de 1,3% na comparação com fevereiro de 2021. No varejo ampliado, que inclui as vendas de veículos e motos, partes e peças, e material de construção, o volume de vendas subiu 2% na passagem entre janeiro e fevereiro, já descontados os efeitos sazonais. (Valor)

Projeções da CNI 1: A notícia não é nada boa, a Confederação Nacional da Indústria (CNI) revisou para baixo as projeções sobre crescimento do Brasil e da indústria. O Informe Conjuntural do primeiro trimestre avalia que o Produto Interno Bruto (PIB) do país vai aumentar 0,9%, uma queda em relação à previsão anterior de 1,2%, e a indústria deve recuar 0,2% neste ano. (Valor)

Projeções da CNI 2: Para a CNI, tanto as sanções comerciais e financeiras impostas por vários países ocidentais sobre a Rússia, quanto a nova variante da covid-19, contribuíram para a persistência dos desarranjos nas cadeias produtivas. A guerra tem, ainda, o agravante econômico de pressionar para cima o preço dos fretes internacionais devido à alta do petróleo e de várias outras commodities, em especial de alimentos. Também a redução da renda real da população e a alta nos juros desestimulam a aquisição de bens de consumo duráveis, como automóveis e eletrodomésticos, que já se encontram em um patamar baixo de produção. (Valor)

Dívida Judicial da União: Temos um país endividado até a tampa. A União calcula que há R$ 1 trilhão em dívidas de perdas da União na Justiça e em acordos administrativos. Mais da metade (R$ 533 bilhões) é impacto do fim do julgamento no STF (Supremo Tribunal Federal) em 2021 sobre a incidência do ICMS na base de cálculo do PIS/Cofins. (Poder 360)

Força Econômica das Favelas: A renda anual própria dos moradores das favelas movimenta R$ 124,1 bilhões no país. É mais que a riqueza produzida por 20 das 27 unidades formadas por 26 Estados e o Distrito Federal, ou por países inteiros como Uruguai, Paraguai e Bolívia, revela uma pesquisa inédita do instituto Data Favela. Se fosse um Estado, mostra o levantamento, a favela seria o 4º mais populoso do país, com 17 milhões de habitantes, atrás apenas de São Paulo, Minas e Rio. (Valor)

Inflação

Aumento da Inflação Ajuda nas Contas Públicas: A tendência é que a aceleração da trajetória de preços ajude a diminuir em 2022 a dívida bruta do governo geral, considerado o principal indicador de solvência de um país. Em primeiro lugar, aumenta o deflator do PIB, espécie de índice de inflação que reajusta os valores do produto. Além disso, um crescimento maior do PIB nominal aumenta a arrecadação. (Valor)

Expectativas de Inflação Aumentam: Pesquisa do jornal Valor feita com 74 instituições financeiras e consultorias, dia 13-04-2022, mostra uma projeção mediana para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de 7,5% em 2022 e 4% em 2023. (Valor)

Aumentos na Cesta de Bens de Consumo: Segundo a Associação Brasileira de Supermercados (Abras), a cesta de 35 produtos de largo consumo (composta de alimentos, bebidas, produtos de limpeza e itens de higiene e beleza) mostrou alta de 1,33% em fevereiro na comparação com o mês anterior. Com essa variação, o preço na média nacional passou de R$ 709,63 em janeiro para R$ 719,06 em fevereiro. No acumulado de 12 meses, a cesta nacional registra alta de 13,53%. (Valor)

Governo e Ambiente Político

Bondades Eleitoreiras: O governo decidiu conceder um reajuste linear de 5% a todo o funcionalismo a partir de julho. O martelo foi batido numa reunião entre os ministros Ciro Nogueira (Casa Civil) e Paulo Guedes (Economia). A decisão, que vinha sendo criticada pelo ministro da Economia Paulo Guedes, contou com aval do presidente Jair Bolsonaro. Parte dos economistas disse que a medida aprofundará os problemas fiscais do país e que o caminho correto para uma revisão de salários seria uma reforma administrativa. (Valor)

Todo Poder de Ciro Nogueira: O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) destinou 75% da verba para compra de caminhões frigoríficos, usados no transporte de merenda escolar, para aliados do ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira. Dos 17 municípios contemplados, 14 são administrados pelo PP, partido do ministro, sendo que nove ficam em seu estado, o Piauí. Nogueira é apontado como padrinho político do presidente do FNDE, Marcelo Lopes da Ponte. (Globo) (Meio)

Entrega Pro Centrão: Foco das mais recentes denúncias de corrupção, o Fundo Nacional para o Desenvolvimento da Educação (FNDE) foi entregue ao Centrão por ordem do presidente Bolsonaro (PL). A acusação foi feita pelo ex-ministro da Educação Abraham Weintraub, que alega ter tentado protelar o cumprimento da determinação. “Ele falou: você vai ter que entregar o FNDE pro Centrão e eu falei: presidente, não faça isso. E eu fiquei adiando o máximo que eu podia, fiquei adiando”, afirmou em entrevista ao jornalista Iuri Pitta. Em junho de 2020, Marcelo Lopes da Ponte foi nomeado presidente do FNDE. Ele era assessor do presidente nacional do PP e hoje ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira. (CNN) (Meio)

Arilton Moura Fazia Insinuações: O presidente do FNDE, Marcelo Lopes da Ponte, disse, em depoimento à Controladoria-Geral da União (CGU), que o pastor Arilton de Moura fazia insinuações sobre propinas, com frases como “Me ajuda que eu te ajudo”. Moura e o também pastor Gilmar Santos são acusados de montar um gabinete paralelo dentro do MEC para liberar verbas a municípios em troca de dinheiro e até ouro. Em conversa com prefeitos, o então ministro da Educação, pastor Milton Ribeiro, disse que a ordem para dar prioridade aos pleitos da dupla partiu de Bolsonaro. (g1) (Meio)

Bernardo Mello Franco: “O coelhinho da Páscoa chegou mais cedo a Brasília. Às vésperas do feriado, o governo montou uma força-tarefa para melar a investigação do escândalo no MEC. Tocados pelo espírito cristão, três senadores retiraram suas assinaturas pela criação de uma CPI. A quarta inovou: disse que o jamegão não era dela.” (Globo) (Meio)

CPI Pode Não Ser Instalada: A CPI para investigar as denúncias de irregularidades no MEC pode não sair do papel. Pelo menos três senadores que haviam assinado o requerimento para criá-la — Oriovisto Guimarães (Podemos-PR), Styvenson Valentim (Podemos-RN) e Weverton (PDT-MA), voltaram atrás. Dia 08-04-2022, o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) disse que já tinha as 27 assinaturas necessárias para que a comissão fosse instalada. Uma frente de pressão contra a CPI é a bancada evangélica, uma vez que os dois acusados de tráfico de influência no MEC e o ex-ministro Milton Ribeiro são pastores. (Folha) (Meio)

Mais Corrupção no Governo Bolsonaro 1: A empreiteira Engefort, com sede em Imperatriz, no Maranhão, tem vencido a maioria das concorrências de pavimentação promovidas pelo governo Bolsonaro (PL). No geral, ela participa sozinha da disputa pela licitação ou usa uma empresa de fachada em nome do irmão dos sócios para garantir a conquista da concorrência. O caso foi revelado pelo jornal Folha de S. Paulo. (Carta Capital)

Mais Corrupção no Governo Bolsonaro 2:  A Engefort já recebeu cerca de 84,6 milhões de reais do governo federal, mas tem 620 milhões de reais reservados em seu nome pela equipe do ex-capitão. A fonte dos recursos é a Codevasf –  Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba, estatal entregue por Bolsonaro ao Centrão. A empresa não consegue, segundo relatório de uma auditoria independente, comprovar o valor real das obras executadas por ela e nem fiscalizá-las. (Carta Capital)

Pragmatismo “a la Bolsonaro”: Vejam que absurdo. O presidente Bolsonaro disse que as emendas RP9, conhecidas como parte do “orçamento paralelo”, ajudam a “acalmar” o Parlamento. Indicadas pelo relator da Lei Orçamentária Anual, as emendas definem prioridades do Executivo sem detalhamento sobre o controle da execução orçamentária e os critérios para priorização de um grupo de um parlamentar em detrimento de outro. (Valor)

As Forças se Armando: Onde irão parar os absurdos desse governo? As Forças Armadas aprovaram a compra de mais de 35 mil unidades de um medicamento que costuma ser usado para tratar disfunção erétilsegundo a Coluna da Bela Megale, do jornal O Globo. O remédio é popularmente conhecido como Viagra. Só pode ser vontade de ferrar o povo. Também foram reveladas compras de próteses penianas. (Valor)

Seguem as Mentiras Oportunistas: O presidente Bolsonaro (PL) afirmou em entrevista à rádio Liberal do Pará que o chamado tratamento precoce contra a covid-19, cuja ineficácia já foi cientificamente comprovada, salvou vidas no Brasil. O discurso de defesa da autonomia dos médicos e do uso medicamentos sem eficácia para cura da covid, como ivermectina, azitromicina e cloroquina, é o mesmo usado durante a abertura da 76ª Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), em setembro do ano passado, e deve estar presente durante sua campanha de reeleição à Presidência. (Valor)

E Seguem as Mentiras: O presidente Bolsonaro afirmou dia 11-04-2022 que em seu governo “acabou a corrupção no Brasil”. Diante de suspeitas de superfaturamento de ônibus escolares e da investigação sobre vacinas da Covaxin, o presidente argumentou que se trata apenas de “suspeitas” de compras não efetivadas. (Valor)

Fogo Amigo: A senadora Simone Tebet (MDB-MS), lançada candidata à presidência da República, foi alvo de colegas de bancada durante jantar do ex-presidente Lula (PT) com senadores e caciques de outras legendas. Renan Calheiros (MDB-AL) destacou o baixo desempenho de candidatos dos três partidos nas pesquisas. “Se você somar quem tem 1% com quem tem 2%, não vai alterar a fotografia das pesquisas. É somar nada com pouca coisa”, disse. Anfitrião do encontro, Eunício Oliveira (MDB-CE) elogiou Tebet, mas avaliou que a polarização entre Lula e o presidente Jair Bolsonaro (PL) é irreversível. (Folha) (Meio)

A Pipa Não Sobe Mais: Primeiro remédio contra disfunção erétil, o Viagra tem alta procura nas Forças Armadas. Oito processos de compra aprovados desde 2020 vão levar para os quartéis 35 mil comprimidos azuizinhos de 25mg e 50mg — pouco mais de 28 mil para a Marinha, cinco mil para o Exército e dois mil para a Aeronáutica. Os militares dizem que o remédio será usado no tratamento de hipertensão arterial pulmonar. Haja doença arterial pulmonar, né? (UOL) (Meio)

Mais Prazo para Cumprir a Lei: A Câmara dos Deputados aprovou dia 11-04-2022, em dois turnos, a proposta de emenda à Constituição que libera estados e municípios, em 2020 e em 2021, de cumprirem o mínimo previsto na Constituição de investimentos em educação. A matéria será enviada à promulgação. O texto, que veio do Senado, diz que, em decorrência do estado de calamidade pública, provocado pela pandemia de Covid-19, os estados, os municípios e os agentes públicos desses entes federados não serão responsabilizados administrativa, civil ou criminalmente pelo descumprimento, exclusivamente nesses anos, do mínimo de 25% da receita resultante de impostos na manutenção e desenvolvimento do ensino. Ou seja, a Proposta de Emenda à Constituição aprovada deve dar prazo até o fim de 2023 para Estados e municípios cumprirem a aplicação do mínimo constitucional de 25% das receitas na área da educação relativo a 2020 e 2021. (Poder 360)

Lula se Mexe: A perspectiva de uma candidatura única de PSDB, MDB, UB e Cidadania e o crescimento do presidente Bolsonaro (PL) nas pesquisas estão por trás do encontro do ex-presidente Lula (PT) em Brasília com senadores de outros partidos, diz o Painel. Cresce no PT o temor de isolamento, já que, até agora, somente aliados históricos como PCdoB, PV e, mais relutantemente, PSB embarcaram na candidatura de Lula. (Folha) (Meio)

Pesquisa PoderData 1: A nova pesquisa PoderData, divulgada dia 13-04-2022, mostra uma diferença de apenas cinco pontos entre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o atual chefe do Executivo, Jair Bolsonaro (PL). O petista tem 40% das intenções de voto para as eleições presidenciais de 2022, contra 35% de seu principal adversário. (Diário do Centro do Mundo)

Pesquisa PoderData 2: A diferença de 5 pontos percentuais entre os 2 candidatos é a menor registrada pelo instituto em 2022. Em novembro de 2021, Lula chegou a marcar 34% contra 29% de Bolsonaro em um dos cenários testados, com uma lista de candidatos diferente da atual. (Poder 360)

Pesquisa PoderData 3: O nome do ex-juiz e ex-ministro da Justiça Sergio Moro não aparece na lista de pré-candidatos testados, o que favoreceu Jair Bolsonaro. Em 15 dias, o presidente variou 3 pontos para cima, enquanto Lula oscilou 1 para baixo. As duas variações foram na margem de erro da pesquisa, que é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos. (Diário do Centro do Mundo)

Pesquisa Poderdata 4: O levantamento indica também que Lula e Bolsonaro estão em empate técnico na preferência dos homens, das pessoas até 44 anos, dos moradores das regiões Sul e Sudeste e de quem tem ensino médio e superior. Lula lidera com folga entre as mulheres, pessoas acima de 45 anos, ensino fundamental e renda até dois salários-mínimos e moradores do Nordeste. Bolsonaro está na frente no Centro Oeste e no Norte e entre quem ganha acima de dois salários-mínimos.  (Poder360) (Meio)

Pesquisa Poderdata 5: O trabalho do presidente Bosonaro (PL) é considerado “ruim” ou “péssimo” por 53% dos eleitores brasileiros, mostra pesquisa PoderData realizada de 10 a 12 de abril de 2022. Outros 29% avaliam que Bolsonaro desempenha um trabalho “ótimo” ou “bom” à frente do Planalto. (Poder 360)

Pesquisa Poderdata 6: O petista Lula (PT) tem uma vantagem de 9 pontos para o presidente Bolsonaro (PL) em um eventual confronto de 2º turno nas eleições presidenciais: 47% a 38%. (Poder 360)

Carta do Partido dos Trabalhadores: O PT quer divulgar uma carta pregando a revogação da reforma trabalhista. Na mesma reunião que aprovou Alckmin, o diretório nacional do partido falou incialmente em “revisão”, mas decidiu-se por um termo mais duro, com apoio de todas as correntes petistas e do próprio Lula. (Folha) (Meio)

Bolsonaro Recebeu o Pastores Corruptos no Planalto: O Gabinete de Segurança Instituional  teve o desplante de colocar sob sigilo as informações sobre encontros do presidente Bolsonaro (PL) com os pastores Gilmar Santos e Arilton Moura. Eles são suspeitos de montar um “gabinete paralelo” no MEC para facilitar a liberação de verbas em troca de propina. Em conversa gravada com prefeitos, o ex-ministro Milton Ribeiro disse ter partido de Bolsonaro a ordem para priorizar “amigos de Gilmar” no repasse de recursos. Ao negar acesso à informação, o CGI alegou que sua divulgação poderia colocar em risco a vida do presidente e de seus familiares. (Globo) (Meio)

Mentiras e Suspeitas nas Forças Armadas: Numa atitude correta o Tribunal de Contas da União (TCU) abriu ontem uma investigação sobre suspeita de superfaturamento na compra de 35 mil comprimidos de Viagra pelas Forças Armadas. A suspeita é de que tenha havido sobrepreço de até 143% em relação ao que é cobrado no mercado. O Ministério da Defesa disse que o medicamento não será usado para tratar disfunção erétil, e sim hipertensão arterial pulmonar (HAP). Entretanto, a dose recomendada nesse caso, 20mg, é diferente dos compridos adquiridos pelos militares, de 25mg e 50mg. Além disso, a doença atinge apenas um em cada 250 mil brasileiros e é mais comum em mulheres que em homens. (g1) (Meio)

A importância da Ereção nas Forças Armadas Brasileiras: Que vergonha! Além da compra superfaturada de Viagra e próteses penianas, as Forças Armadas reservaram R$ 546 mil entre 2018 e 2020 para a compra de Botox, uma toxina usada para disfarçar o envelhecimento da pele. Segundo Guilherme Amado, o Exército diz que o material não será usado para fins estéticos, e sim no tratamento de diversas outras doenças, como enxaqueca crônica e doença de Parkinson. Tá bom, o povo vai acreditar, viu. (Metrópoles) (Meio)

Ambiente Social, Emprego e Renda

Crescimento da População de Idosos: Nos próximos 30 anos o percentual de idosos na população latino-americana vai dobrar, passando de 13% em 2020 para 27,5% em 2050, segundo pesquisa da Tsunami8 Latam. Além de impactar políticas de saúde, essa mudança demográfica afeta em particular mulheres que trabalham, pois em geral recai sobre elas o cuidado com pais e mães idosos. Na Colômbia, por exemplo, elas representam 86% das pessoas que cuidam dos mais velhos e, por conta disso, somente 34% delas têm tempo para um emprego remunerado. (Metrópoles) (Meio)

Casinha de Livros de Clara: A cidade baiana de Irecê ganhou em 2018 uma “casinha de livros” em uma praça. Era iniciativa de Clara Beatriz Nunes Dourado, então com apenas dez anos. Demorou um pouco para as pessoas entenderem o sistema de empréstimo e troca de livros, e a menina, apaixonada pela leitura, precisou explicar tudo em vídeos nas redes sociais. O material viralizou, e, com o apoio de famosos, a iniciativa de Clara virou um projeto com 21 casinhas instaladas em todo o país, em alguns casos em parceria com prefeituras, e rendeu prêmios a sua criadora. (Estadão) (Meio)

Difícil Ser Brasileiro Neste Governo: Depois de um longo tempo, estreia Medida Provisória, primeiro filme dirigido por Lázaro Ramos. Não foi um caminho sem percalços, conta o cineasta. “A gente precisava de uma simples assinatura para trocar nossa distribuidora e isso demorou um ano e alguns meses para acontecer. Tivemos que adiar a estreia quatro vezes. Censura também se faz com burocracia e foi isso o que aconteceu”, conta. Segundo Ramos, está difícil ser brasileiro sob o governo Bolsonaro. Aliás, Thaís Araújo, estrela do filme e mulher do diretor, é alvo de uma campanha de ataques nas redes feita pelo ex-secretário especial de Cultura Mario Frias, em cuja gestão o filme enfrentou entraves burocráticos, e pelo ex-presidente da Fundação Palmares Sérgio Camargo. (Folha) (Meio)

Os Melhores Empregos do Brasil: Pasmem vocês, as 10 profissões que pagam as maiores remunerações médias do Brasil contam com 13.900 empregados. É 0,03% dos mais de 40,8 milhões de empregos formais do país. Das 10 maiores remunerações médias, 7 são do Ministério Público. Considerando benefícios como auxílios moradia, transporte e alimentação, o salário médio chega a R$ 41.359 no caso dos procuradores regionais da República. Ou seja, passa do teto de R$ 39.293 do funcionalismo público. (Poder 360)

Brasil um País Cartorial: Preste atenção na notícia. A arrecadação dos cartórios brasileiros atingiu novo recorde nominal: R$ 23,4 bilhões em 2021. É um aumento de 34% em relação ao recorde anterior, de 2020. Os dados da plataforma Justiça Aberta do CNJ (Conselho Nacional de Justiça) indicam que as serventias tiveram receita de R$ 138 bilhões de 2013 até o ano passado (sem correção monetária). (Poder 360)

Trabalho Análogo a Trabalho Escravo: Equipes do Ministério Público do Trabalho (MPT) em Minas Gerais, da Auditoria Fiscal do Trabalho e da Polícia Federal (PF) resgataram um grupo de 24 trabalhadores em condições análogas à escravidão, em uma operação na Fazenda Água Limpa. A fazenda, localizada em Olhos D’Água (MG), pertence à empresa PH Agronegócios e Participações – Exportação e Importação Ltda, de corte de eucalipto e produção de carvão. A empresa fornece carvão para empresas siderúrgicas. (Valor)

Mais Pessoas com Auxílio do Que Emprego: Pasmem vocês! O número de beneficiários do programa Auxílio Brasil é maior que o de empregos com carteira assinada (o que exclui setor público) em 12 das 27 Unidades da Federação. Os dados consideram os 41 milhões de trabalhadores formais que têm a carteira de trabalho assinada. Há, no entanto, um contigente grande de trabalhadores informais e/ou sem carteira assinada. (Poder 360)

Os Sem Carteira Assinada: Um estudo recente do FGV Ibre mostra que o número de pessoas que trabalham por conta própria (portanto, sem carteira) chegou a 25,9 milhões no 4º trimestre de 2021. (Poder 360)

Mudanças no Prouni: O Prouni (Programa Universidade para Todos) foi criado em 2005, no Governo Lula, e prevê a oferta de bolsas de estudos para estudantes de graduação em faculdades privadas, em troca da isenção de tributos (IRPJ, CSLL e PIS/Cofins). A Câmara dos Deputados aprovou dia 12-04-2022 a Medida Provisória 1075/21, que muda as regras do programa permitindo a oferta de bolsas pelas faculdades privadas participantes a alunos vindos de escolas particulares sem bolsa. A matéria será enviada ao Senado. (Poder 360)

Lula Faz Promessas aos Índios: Em visita ao acampamento Terra Livre, em Brasília, que reúne indígenas de várias etnias para cobrar demarcação de terras, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) indicou, em caso de vitórias nas eleições, que deve criar um ministério para questões relacionadas aos povos originários. Lula prometeu revogar decretos que, em seu entendimento, são desfavoráveis aos indígenas. Também fez uma autocrítica sobre o que deixou de realizar quando era presidente. (Valor)

Zema Entra na Justiça: O governo de Minas Gerais vai levar para a Justiça a discussão sobre o reajuste adicional de salários para servidores da segurança, educação e saúde, aprovado pela Assembleia Legislativa do Estado. Em nota, o governo informou que aguarda o envio do texto pela Assembleia, após alterações feitas dia 12-04-2022, quando seu veto aos reajustes foi derrubado. (Valor)

Previsão de Alta Recorde nos Planos de Saúde: Essa notícia é de assustar. O reajuste dos planos de saúde individuais pode bater recorde e chegar a 16,3% em 2022, de acordo com projeções do setor. A ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) é a responsável por determinar os percentuais de reajuste dos planos individuais todos os anos. O maior percentual autorizado até hoje foi de 13,57% em 2016. (UOL)

Trabalho Infantil no Brasil: Os brasileiros de 7 a 14 anos exercendo algum tipo de trabalho infantil pode ser cerca de sete vezes maior do que apontam as estatísticas oficiais, de acordo com um estudo inédito, que mediu a subnotificação do trabalho na infância, problema que compromete tanto a fiscalização quanto a formulação de políticas públicas. Um estudo do pesquisador brasileiro Guilherme Lichand, da Universidade de Zurique (Suíça), e de Sharon Wolf, da Universidade da Pensilvânia (EUA), concluiu que esse percentual, na verdade, seria de 19,15%, ou 5,658 milhões de crianças. Os dados de 2015 mostravam que 2,5% das crianças brasileiras nessa faixa etária trabalhavam, o equivalente a 738,6 mil pessoas, segundo o WDI (World Development Indicators), compilação de estatísticas internacionais do Banco Mundial. (Folha)

Gastos com Saúde Privada no Brasil: Números do IBGE indicam que o Brasil tem o maior gasto privado de saúde, em percentual do PIB, de uma lista com outros 13 países da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).  A despesa das famílias e instituições sem fins lucrativos com bens e serviços de saúde, 5,8% do PIB em 2019 – último dado disponível – é mais que o dobro da média da OCDE, de 2,3%, e acima do país com a segunda maior despesa privada relativa em saúde da lista, a Suíça (3,8%). A informação é da pesquisa Conta-Satélite de Saúde 2010-2019 do IBGE, feita a partir das bases do próprio instituto, Ministério da Saúde, Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). (Valor)

Gastos Púbicos com Saúde no Brasil: Na outra ponta da linha de gastos o Brasil tem o segundo menor gasto público em saúde em percentual do PIB da lista da OCDE. Ao despender somente 3,8% do PIB em saúde, o governo brasileiro só supera o governo do México (2,7%), ficando atrás de todos os europeus e mesmo de vizinhos como Colômbia (6,0%) e Chile (5,7%). Na lista, o país com a maior despesa relativa de governo em saúde é a Alemanha, 9,9% do PIB, seguida de França e Suíça, ambas com 9,3%. (Valor)

Gastos com Saúde em Porcentagem do PIB: Considerando-se os dez anos entre 2010 e 2019, o consumo final de bens e serviços de saúde, em percentual do PIB, avançou de 8% para 9,6%, informou IBGE. No último ano analisado, 2019, esse consumo atingiu o valor nominal de R$ 711,4 bilhões. Segundo o IBGE, essa alta é puxada pelo gasto das famílias com saúde privada. Em 2019, R$ 283,6 bilhões (3,8% do PIB) foram despesas de consumo do governo. Outros R$ 427,8 bilhões (5,8% do PIB) foram despesas de famílias e instituições sem fins de lucro a serviços das famílias (ISFLSF), como ONGs e igrejas. (Valor)

Ambiente Empresarial e Tecnológico

Luís Felipe Giesteira: “De acordo com os dados do Observatório da Complexidade Econômica referentes a 2020, o Brasil possuía um ECI de 0,44, apresentando-se como o 47º país mais complexo (já foi o 21º). Atualmente o Brasil exporta o equivalente a 1,22% do total mundial. Ao contrário do que acontecia nos anos 1980 essas vendas se concentram em commodities, cujo PCI (nível de complexidade) é geralmente negativo. Ao mesmo tempo, nos segmentos cuja produção é “difícil” e exigente em esforço tecnológico das empresas, a situação é inversa: nossa participação, apesar de não ser nula, é muito baixa”. (Blog do Paulo Gala)

Primeira Missão Espacial Privada: A primeira missão espacial totalmente privada já lançada para a Estação Espacial Internacional (ISS) chegou com sucesso à plataforma de pesquisa em órbita, dia 09-04-2022. A missão científica de uma semana é composta por uma equipe de quatro astronautas que representam a empresa Axiom Space Inc. A equipe decolou do Centro Espacial Kennedy da NASA, na Flórida, pilotando um foguete Falcon 9, lançado pela SpaceX. A Ax-1 é a primeira equipe comercial de astronautas enviada à ISS com o objetivo de ser um laboratório de pesquisa em órbita. Serão experimentos científicos e biomédicos sobre saúde cerebral, câncer e envelhecimento, entre outros. (g1) (Meio)

As Marcas Mais Influentes do Brasil 1: Domínio de marcas estrangeiras é o que mostra o ranking de 2022 de marcas mais influentes no Brasil, realizado pela Ipsos. O ranking traz oito marcas ligadas ao mundo digital nas 10 primeiras colocações. O Google ficou no lugar mais alto do pódio (1º), seguido pela Samsung (2º) e pelo YouTube (3º). As outras empresas desse universo são: Netflix (4º), Amazon (6º), Facebook (7º), Mercado Livre (9º) e Microsoft (10º). (Valor)

As Marcas Mais Influentes do Brasil 2: Entre as marcas citadas Americanas aparece na quinta colocação, Mastercard figura na sétima posição ao lado do Facebook, enquanto Natura e Nestlé dividem o oitavo lugar. Quatro destas marcas não apareceram no top 10 do ano passado: Netflix, Americanas, Amazon e Natura. (Valor)

Programa de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte: Foi com apoio majoritário que a Câmara dos Deputados aprovou dia 12-04-2022 a proposta que prorroga até o fim de 2024 a utilização de recursos emergenciais para alavancar empréstimos do programa nacional de apoio às microempresas e empresas de pequeno porte (Pronampe). Em função de alterações feitas pelos deputados, o texto retornará para nova análise do Senado. (Valor)

Capital de Risco: A indústria de capital de risco na América Latina como um todo movimentou US$ 25 bilhões em 2021, com o Brasil respondendo por 60% do total de operações, segundo mapeamento da Bain & Company que considera os 50 maiores fundos do segmento. O movimento foi alavancado por negócios ligados a tecnologia. (Valor)

De 2D para Cenas 3D: A empresa dos Estados Unidos NVIDIA criou um projeto de pesquisa que permite transformar fotos 2D em cenas 3D quase instantaneamente. Segundo a empresa, trata-se de uma versão aprimorada da técnica Neural Radiance Field (NeRF) e usa Inteligência Artificial (IA) para reconstruir uma cena 3D a partir de um grupo de imagens tiradas em diferentes ângulos. (Época Negócios)

Leilão para Concessão de Resíduos Sólidos 1: O Consórcio S, formado pelas empresas Soma Ambiental e pela Seleta, venceu o leilão da concessão de resíduos sólidos do Convale (Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento Regional do Vale do Rio Grande, Minas Gerais). O grupo fez uma oferta de 30,17% de desconto sobre a tarifa e assumirá por 30 anos a operação de coleta, transporte, tratamento e destinação final dos resíduos do bloco regional, com investimentos de R$ 165 milhões em obras e equipamentos, além de despesas operacionais estimadas em R$ 944 milhões. (Valor)

Leilão para Concessão de Resíduos Sólidos 2: Trata-se de um projeto pioneiro, por ser o primeiro contrato regional do setor de resíduos sólidos, com a adesão de oito cidades mineiras: Água Comprida, Campo Florido, Conceição das Alagoas, Delta, Planura, Sacramento, Uberaba e Veríssimo. (Valor)

Gestão Ambiental e Energia

Necessidade de Usinas Térmicas: O Brasil precisará de 6 mil megawatts (MW) de usinas termelétricas para fornecer energia este ano, ante os mais de 20 mil MW que foram demandados em 2021 passado para lidar com a seca nos reservatórios das usinas hidrelétricas. (Valor)

Desmonte da Política Ambiental: A execução orçamentária para o meio ambiente em 2021 foi a menor dos últimos três anos. No ano passado, o orçamento executado para fiscalização foi 40% do previsto. Para especialista, as cifras mostram estratégia de desmontar a política de fiscalização ambiental. (Valor)

Cresce o Garimpo Ilegal: O garimpo cresceu 46% em 2021 na Terra Indígena Yanomami. O patamar da ilegalidade é elevado, sendo que já havia sido registrado um salto de 30% em relação a 2020. A atividade, inteiramente ilegal, impacta diretamente 56% dos indígenas. Os casos de malária explodiram, assim como a desnutrição infantil provocada pelas invasões ao território, o desmatamento e o consequente desaparecimento da caça. Além disso, o garimpo está aliciando jovens indígenas, que abandonam a escola e as aldeias. (Valor) 

Crescem Tempestades e Furacões: A ação do ser humano sobre o clima está aumentando a quantidade de chuvas em furacões e tempestades tropicais, o que explica um número crescente enchentes em eventos climáticos extremos. Segundo estudo da Universidade Stony Brook, em Nova York, o volume de chuvas em tempestades e furacões cresceu entre 5% e 10% em 2020, quando os dados foram colhidos. (CNN) (Meio)

Ambiente Internacional

Eleições na França: Em 2017, ao vencer com folga Marine Le Pen no segundo turno, Emmanuel Macron contou com o apoio maciço dos 20% que votaram no partido de direita, Republicanos, na primeira rodada. Mas a legenda, uma das mais tradicionais da França, encolheu para 4,78% na votação do último domingo. O fiel da balança agora é o eleitorado de esquerda, que levou Jean-Luc Mélenchon, do radical Insubmissos, ao terceiro lugar, com 21,95%. Apenas 33% destes eleitores cogitam votar no presidente, considerado elitista. Macron começou ontem a campanha para o segundo turno no principal reduto eleitoral de Le Pen, a cidade de Denain, no Norte do país, onde a desindustrialização provocou desemprego e pobreza. (Globo) (Meio)

A Resistência da Amazon: Após os trabalhadores de um centro de distribuição da Amazon votarem pela criação do primeiro sindicato de funcionários da companhia nos Estados Unidos, empresa pediu uma nova assembleia para votar. A Amazon afirma que um conselho trabalhista e os organizadores de trabalhadores suprimiram a participação de pessoas. Na semana passada, 55% dos presentes, que trabalham no armazém JFK8 Staten Island, optaram por ingressar no Sindicato dos Trabalhadores da Amazon, pela defesa de salários mais altos e segurança no emprego. (Guardian) (Meio)

Inflação nos EUA: O índice de preços ao consumidor (CPI) dos Estados Unidos ganhou força e subiu 8,5% em março em relação a um ano antes, ante alta de 7,9% no período anterior, registrando a maior taxa desde dezembro de 1981, informou o Departamento do Trabalho. Em base mensal, a inflação no varejo subiu 1,2% em março em relação a fevereiro, de 0,8% no período anterior. (Valor)

De Saída da Rússia: Após diversas empresas suspenderam suas atividades na Rússia desde a invasão da Ucrânia, a finlandesa de telecomunicações Nokia anunciou que vai deixar o território russo e demitirá parte de seus funcionários no país. O anúncio da companhia, que possui 2 mil funcionários na Rússia, ocorre um dia após a sueca Ericsson suspender suas atividades. “Infelizmente, nessas circunstâncias, as demissões são inevitáveis. No entanto, propomos transferir alguns cargos fora da Rússia”, declarou a Nokia em e-mail. (g1) (Meio)

Inflação no Reino Unido: A inflação no Reino Unido atingiu uma máxima em três décadas em março, em meio ao aumento nos preços dos combustíveis. O índice de preços ao consumidor (CPI) subiu 7% no mês passado, em base anual, no ritmo mais rápido desde março de 1992, acelerando-se em relação ao aumento anual de 6,2% registrado em fevereiro, segundo dados do Escritório de Estatísticas Nacionais (ONS). (Valor)

Banco Central Europeu Mantém Taxas de Juros 1: O Banco Central Europeu (BCE) manteve as taxas referenciais de juros da zona do euro, com a taxa de depósito, de refinanciamento e de empréstimo permanecendo inalteradas em -0,50%, 0,00%, e 0,25%, respectivamente. Em comunicado, a autoridade monetária afirma que “quaisquer ajustes” nas taxas de juros da região ocorrerão “algum tempo após” o fim das compras líquidas mensais de títulos. (Valor)

Banco Central Europeu Mantém Taxas de Juros 2: Então, o BCE espera que as taxas referenciais de juro se mantenham nos seus níveis atuais até ver a inflação atingir 2% bem antes do horizonte relevante e de forma duradoura para o restante do cenário prospectivo. Para o BCE, as leituras recentes da inflação são suficientemente consistentes com a estabilização da alta dos preços na meta de 2% no médio prazo. (Valor)

Estadão, UOL, Globo, Meio Newsletter, Poder 360, Metrópoles, Guardian, Carta Capital, CNN Brasil, Blog do Paulo Gala, Diário do Centro do Mundo, Época Negócios e g1.

Participe das conversas sobre o futuro. Deixe a sua opinião

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.