Quais as perspectivas de curto prazo para a engenharia mecânica? A atividade tende a passar por processos de automação? - foto: Pixabay
Quais as perspectivas de curto prazo para a engenharia mecânica? A atividade tende a passar por processos de automação?

A engenharia mecânica não tende a sofrer impactos significativos do processo de automação de atividades profissionais nos próximos anos, como decorrência da revolução tecnológica. Segundo o relatório “O futuro do emprego: Quão suscetíveis de automatização dos empregos”, dos professores Carl Benedikt Frey e Michael A. Osborne, o impacto da introdução de sistemas e máquinas que automatizam as funções da profissão é de apenas 1%.

Ou seja, a função se manterá favorável, pelo menos do ponto de vista da interferência das tecnologias. Globalmente, segundo o relatório de tendências do Departamento do Trabalho dos Estados Unidos, as perspectivas dos engenheiros mecânicos são consideradas positivas. Em especial, para os profissionais atualizados nas inovações tecnológicas, como os sistemas de inteligência artificial, impressão 3D e de robotização.

Impactos tecnológicos

Tais ferramentas permitem que engenheiros e projetistas levem um projeto da fase conceitual diretamente para um produto acabado, eliminando a necessidade de protótipos. Os estudantes de engenharia mecânica que podem aprender a criar simulações virtuais antes de passar para as etapas de projeto, construção e teste podem encontrar-se em alta demanda pelas empresas, porque essas habilidades permitirão que as empresas reduzam os ciclos de desenvolvimento de produtos.

Engenheiros que tenham experiência ou treinamento em impressão tridimensional também terão melhores perspectivas de emprego.

Os engenheiros mecânicos tendem a ser beneficiados por novas atividades industriais, particularmente em automação e robótica. Os campos de energias alternativas e nanotecnologia também oferecerão novas oportunidades para o crescimento ocupacional. Os engenheiros mecânicos projetam projetos de produção para aproveitar os desenvolvimentos em nanotecnologia, o que envolve a manipulação de matéria nos menores níveis. A nanotecnologia resultará em melhorias da tecnologia em áreas como saúde e no design de chips de computador mais poderosos.

No Brasil, o cenário tende a ser mais desafiador do que a países desenvolvidos, inclusive os asiáticos. Os investimentos em inovação e o crescimento do setor industrial são mantidos em ritmo mais lento, o que reduz a oferta de oportunidades de trabalho para profissionais em todos os níveis. A indústria brasileira vai ampliar os investimentos em automação e robotização, mas tende a contratar cada vez mais profissionais com nível de especialização, reduzindo os trabalhadores do chão de fábrica.

As unidades industriais brasileiras tenderão a assumir um perfil de montadoras. Os profissionais devem prestar atenção em novos mercados e nas inovações que surgirão como fontes de oportunidades. Pequenas indústrias, especializadas na integração de tecnologias a equipamentos, serão demandantes de novos especialistas.

Diversificação

As alternativas da engenharia mecânica se expandem além de suas fronteiras tradicionais. A profissão é mais interdisciplinar por natureza. Os engenheiros mecânicos estão concentrando sua atenção em novas áreas, como a nanotecnologia, o desenvolvimento de materiais compostos, aplicações biomédicas e conservação ambiental. As perspectivas de trabalho podem ser melhores para aqueles que se mantêm informado sobre os mais recentes avanços tecnológicos. mas também são responsáveis ​​por testá-los, mantê-los e fabricá-los.

A especialização é necessária em indústrias tradicionais, como automóveis, aviação, navegação, aeroespacial, usinas de energia e fabricação de máquinas. Nos últimos tempos, os serviços de engenheiros mecânicos especializados foram procurados em áreas como nanotecnologia, engenharia biomédica, conservação de energia e engenharia ambiental.

A engenharia mecânica desempenha funções de planejamento e e desenvolvimento de projetos de ferramentas, motores, máquinas e outros equipamentos que funcionem mecanicamente. Supervisiona a instalação, operação, manutenção e reparo de equipamentos, tais como sistemas centralizados de aquecimento, gás, água e vapor.

Relatório: O futuro da engenharia mecânica

Por apenas R$ 40 você pode ter um relatório sobre as perspectivas da profissão.
Preencha o formulário abaixo para encaminhar o seu interesse.