Desconfiança no governo mantém empresários pessimistas

Stênio Ribeiro
Repórter da Agência Brasil

Empresas transportadoras de todo país estão pessimistas em relação ao crescimento da economia. De acordo com a Sondagem Expectativas Econômicas do Transportador – 2015, feita pela Confederação Nacional do Transporte (CNT) nos meses de agosto e setembro, revela que 86% dos entrevistados não confiam na gestão econômica do governo federal, 49% acreditam que o país só voltará a crescer em 2017 e 67,7% reclamam da elevada carga tributária para o setor.

De acordo com a sondagem, 54% dos entrevistados estimam redução da receita bruta na comparação com 2014. Por esse motivo, 79,1% dos transportadores demitiram funcionários neste ano. Os dados revelam ainda que 57,2% dos transportadores rodoviários relataram aumento nos casos de roubo de cargas. 

A sondagem da CNT também ouviu empresas de navegação e de transporte ferroviário. Cerca de 57% das empresas de navegação reclamaram do aumento dos custos operacionais.

 

 

Participe das conversas sobre o futuro. Deixe a sua opinião

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.