Notas Econômicas – 28 de março a 1 de abril de 2022

148

Coleta de informações semanais feita pelo Economista Paulo Roberto Bretas

Abril começa com a aceleração do processo eleitoral. E com definições em todos os segmentos da disputa por cargos no executivo e legislativo. Na prática, vai se consolidando o quadro nacional entre Lula e Bolsonaro para a presidência. Governadores de seis estados brasileiros renunciaram aos cargos na última semana de março. De acordo com a lei eleitoral, com exceção dos que vão disputar a reeleição, quem pretende entrar na disputa por uma vaga no Legislativo este ano precisa se desincompatibilizar do cargo público até seis meses antes do primeiro turno da eleição, que será em 2 de outubro. Dos seis nomes que deixaram os cargos, quatro são do Nordeste e vão disputar uma vaga no Senado. A tendência é de um processo repleto de jogadas sujas. (Radar do Futuro)

Foto: Agência Brasil

EM 2022 O BRASIL COMEMORA 200 ANOS DE INDEPENDÊNCIA.

Economia e Finanças

Cresce a Produção Industrial 1: Uma boa notícia, a produção industrial brasileira cresceu 0,7% em fevereiro, ante janeiro, na série com ajuste sazonal, melhor do que a queda de 2,2% do mês anterior, mas o setor ainda deve enfrentar “ventos contrários” à frente, apontam economistas. (Valor)

Cresce a Produção Industrial 2: Apesar da alta de 0,7% em fevereiro, a indústria brasileira se mantém abaixo do que se encontrava antes do início da pandemia, segundo os dados da Pesquisa Industrial Mensal Produção Física (PIM-PF) publicada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), dia 01-04-2022. Em 2021, a indústria encerrou com alta de 3,9%, compensando apenas em parte a queda de 4,5% de 2020.  (Valor)

Superávit da Balança Comercial: A balança comercial brasileira registrou superávit de US$ 7,383 bilhões em março, aumento de 19,3% em relação ao mesmo mês de 2021, variação sempre calculada pela média diária. Os números foram divulgados pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex) do Ministério da Economia. Observa-se que, nos primeiros três meses do ano, a balança acumulou saldo positivo de US$ 11,3 bilhões, aumento de 37,6% sobre o mesmo período de 2021. Espera-se um superávit de 111 bilhões de dólares em 2022. (Valor)

Arrecadação Federal Recorde 1: A arrecadação de impostos e contribuições federais somou R$ 148,66 bilhões em fevereiro de 2022. É o melhor resultado para o mês da série histórica da Receita Federal, iniciada em 1995. Em fevereiro, a arrecadação federal teve uma alta real (descontada a inflação) de 5,27% em relação ao mesmo mês de 2021. (Poder 360)

Arrecadação Federal Recorde 2: O dado de fevereiro, contudo, foi menor que o de janeiro, quando a arrecadação superou os R$ 235 bilhões. O governo disse que o resultado superou em 2,5% a expectativa do mercado, que apontava para uma arrecadação de R$ 145 bilhões. Analistas ouvidos pelo Poder 360, no entanto, esperavam que a arrecadação variasse de R$ 141,7 bilhões a R$ 167,6 bilhões em fevereiro. (Poder 360)

Dívida Pública Federal Sobe: A Dívida Pública Federal (DPF) subiu 2,03% em termos nominais na passagem de janeiro para fevereiro, alcançando R$ 5,730 trilhões, conforme divulgado nesta quarta-feira pelo Tesouro Nacional. Já a Dívida Pública Mobiliária Federal Interna (DPMFi) registrou alta de 2,3% no segundo mês de 2022, para R$ 5,490 trilhões, enquanto a Dívida Federal Externa somou R$ 240 bilhões (US$ 46,70 bilhões), o baixa de 3,78% na comparação com janeiro. (Valor)

Campos Neto Fala ao Canal Livre: O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, afirmou, em entrevista ao programa Canal Livre, da Band News, que o consumo de energia em todo o mundo deve cair. Os preços altos e as próprias dificuldades logísticas em escala mundial tendem a reequilibrar a oferta e a demanda, impactadas sucessivamente pela pandemia de Covid-19 e, em seguida, pela guerra na Ucrânia. (Poder 360)

Alta das Commodities e a Balança Comercial: Os efeitos da guerra impulsionaram os preços das commodities, em cenário divulgado em março, o Itaú Unibanco atualizou a projeção de superávit comercial em 2022 de US$ 67 bilhões para US$ 74 bilhões. O Bradesco projeta US$ 75 bilhões, ante estimativa de US$ 61 bilhões veiculada em fevereiro. Se concretizadas as projeções dos bancos, a balança terá neste ano novo marco histórico. Em 2021, o saldo atingiu recorde de US$61,4 bilhões, segundo a Secretaria de Comércio Exterior (Secex/ME). (Poder 360)

Relatório Focus PIB: A mediana das projeções do mercado para o crescimento da economia brasileira em 2022 permaneceu em de 0,50%. Para 2023, o ponto-médio das expectativas para a expansão do Produto Interno Bruto (PIB) manteve-se em 1,30% Para 2024, ficou parado em 2,00%. (Valor)

Relatório Focus Selic: Para a taxa básica de juros (Selic), o ponto-médio das expectativas permaneceu em 13,00% no fim deste ano, 9,00% no de 2023 e 7,50% em 2024. (Valor)

Relatório Focus Dólar: A mediana das estimativas para o dólar no fim deste ano foi cortada de R$ 5,30 para R$ 5,25, segundo o Relatório Focus. Para 2023, o ponto-médio das estimativas para a moeda americana também recuou, de R$ 5,22 para R$ 5,20, entre uma semana e outra. Para 2024, permaneceu em R$ 5,20. (Valor)

Confiança da Indústria Segue em Queda: Preocupa o fato do Índice de Confiança da Indústria (ICI) do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (FGV Ibre) cair 1,7 ponto em março, passando para 95,0 pontos, o menor nível desde julho de 2020 (89,8 pontos). Trata-se da oitava queda seguida do índice que na métrica de médias móveis trimestrais também recuou 1,7 ponto no mês. (Valor)

Utilização da Capacidade Instalada Aumenta: O Nível de Utilização da Capacidade Instalada (Nuci) da Indústria avançou 0,3 ponto percentual em março, para 80,2%. (Valor)

Aval Técnico para Venda da Eletrobras: A área técnica do Tribunal de Contas da União (TCU) concluiu o parecer referente à segunda etapa do processo de privatização da Eletrobras. Os auditores deram sinal verde para o prosseguimento da operação, mas pedem alguns ajustes no “valuation” – processo pelo qual é calculado o valor das ações da companhia. (Valor)

Agropecuária Mineira: Em 2019, a agropecuária mineira respondeu por 8,5% do valor adicionado da agropecuária brasileira. Nesse ano, o PIB do agronegócio foi estimado em R$ 117,3 bilhões, tendo correspondido a 18,1% do PIB mineiro. (FJP)

Para Presidente da Febraban Lucros Não São Excessivos: O presidente da Federação Brasileira de Bancos (Febraban), Isaac Sidney apontou que estudos feitos por consultorias especializadas e pelo próprio Banco Central indicam que os lucros dos bancos representam cerca de 18% do spread, enquanto os 82% restantes se devem a outros fatores, como os custos associados à inadimplência e à carga tributária, além de despesas administrativas. (Valor)

Aumento do Crédito: Após uma forte elevação do saldo de crédito em 2020, de 15,6%, o crédito voltou a crescer em um ritmo bastante forte em 2021, com uma expansão de 16,3%, atingindo a marca de R$ 4,7 trilhões, o equivalente a uma relação crédito/PIB de 54,0%, nível recorde. (Valor)

Mais Ataques Maniqueístas: Em mais um evento em clima de campanha eleitoral em Parnamirim (RN) Jair Bolsonaro conclamou militares, a darem “a nossa vida por liberdade”, repetiu que as eleições serão “a luta do bem contra o mal” e, sem mencionar o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), afirmou que “não serão dois ou três que irão contar os votos” em outubro. (Valor)

Produtividade em Baixa no Brasil: É triste, mas a economia brasileira em 2021 obteve o menor valor de produtividade em 12 anos. O indicador pode continuar a cair em 2022, alerta Claudio Considera, pesquisador da Fundação Getúlio Vargas (FGV). Estudo comandado por ele em parceria com as economistas Isabela Kelly e Juliana Trece, mostra que a produtividade do Produto Interno Bruto (PIB) encerrou 2021 em R$ 80.913,06/pessoa ocupada, a menor desde 2009 (R$ 77.804,24). (Valor)

Confiança no Setor Serviços: O setor serviços está em festa. O Índice de Confiança de Serviços (ICS) subiu 3,0 pontos em março, comparado a fevereiro. Subiu para 92,2 pontos, a mais elevada alta desde julho de 2021 (4,2 pontos), mas o desempenho favorável deve ser visto com cautela, nas palavras do economista da Fundação Getúlio Vargas (FGV) e responsável do indicador, Rodolpho Tobler. (Valor)

Banco Central Aumenta Reservas em Yuan: Com a elevação da pressão inflacionária e do aperto monetário nas principais economias, o Banco Central (BC) brasileiro aumentou a participação de yuan nas reservas internacionais para 4,99% em 2021, maior patamar desde quando a moeda chinesa passou a compor a cesta, em 2019. O percentual é quatro vezes acima do alocado no ano anterior, de 1,21%. Essa elevação representou, em termos nominais, US$ 13,766 bilhões a mais em ativos mensurados em yuan. (Valor)

Queda no Percentual de Dólares e Euros: A representação do dólar norte-americano nas reservas do Brasil caiu 5,69 pontos percentuais, ante 2020, e ficou em 80,34% no período, menor nível desde 2014. A queda equivale a US$ 15,276 bilhões a menos em ativos em dólares. Também a participação do euro nas reservas caiu, de 7,85% em 2020 para 5,04% em 2021, redução de US$ 9,691 bilhões nesses papéis. (Valor)

Quase Dobra a Posição das Reservas em Ouro: Também o ouro, outra tradicional proteção contra a inflação, teve a sua posição aumentada de 1,19% para 2,25%. (Valor)

Assembleia de Minas Aprova Reajuste: A Assembleia Legislativa de Minas Gerais aprovou o projeto de lei do governador Romeu Zema (Novo), que reajusta os salários dos servidores do Estado em 10,06%. Houve, ainda, modificações. As forças de segurança vão receber 24,06% de reajuste, a título de recomposição de perdas. Também foi aprovado pagamento de auxílio social, em três parcelas, correspondente a 40% da remuneração básica do soldado, entre outras mudanças. (Valor)

Romeu Zema (Governador de MG): “Como já disse antes, o reajuste de 10% para todos os servidores de Minas é o limite que a situação do Estado permite no momento. Qualquer valor acima será vetado pois não temos como pagar. Entre ser responsável com o futuro ou voltar ao desequilíbrio do passado, sigo na primeira”.(Valor)

Inflação

Relatório Focus IPCA: Segundo o Relatório Focus do BC, divulgado dia 28-03-2022, a mediana das projeções dos economistas do mercado para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de 2022 subiu de 6,59% para 6,86%. Para 2023, também subiu, de 3,75% para 3,80%. Para 2024, foi de 3,15% para 3,20%. (Valor) 

Inflação da Construção Civil: Vamos falar da inflação da Construção. O Índice Nacional de Custo da Construção – M (INCC-M), calculado pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (FGV Ibre), subiu 0,73% em março, percentual superior ao apurado um mês antes, quando o índice registrou taxa de 0,48%. O índice acumula alta de 1,85% no ano e 11,63% em 12 meses. (Valor)

Preços dos Medicamentos Sofrem Nova Alta: Para desespero dos brasileiros, os preços dos medicamentos devem ficar mais caros a partir do final desta semana: dia 1º de abril é quando entra em vigor, usualmente, a autorização para reajuste dos remédios pela Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED). A alta deve ficar em torno de 10%. (g1)

IGP-M de Março em Alta: Para aumentar o desespero dos cidadãos, o Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M) encerrou o mês de março com inflação de 1,74%, acumulando alta de 5,49% no ano e de 14,77% em 12 meses, informou a Fundação Getúlio Vargas (FGV). (Valor)

IPC-S Acelera: Segundo informações da Fundação Getúlio Vargas, o índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) avançou 1,35% no encerramento de março, vindo de 0,94% na medição imediatamente anterior, a terceira do mês, acumulando alta de 9,68% nos últimos 12 meses. (Valor)

Governo e Ambiente Político

Ditadura Nunca Mais, Mentira Também Não: Em comemoração ao aniversário do golpe civil-militar de 1964, o ministro da Defesa, Walter Braga Netto — que está de saída para ser vice de Bolsonaro —, publicou uma ordem do dia classificando o que chama de “movimento” como “marco na evolução política” que “fortaleceu a democracia” no país. Não há no documento referência ao fechamento do Congresso, às torturas e desaparecimentos nem à censura à imprensa e às artes. (g1) (Meio)

Comentário: O dia que uma ditadura militar, que durou 21 anos, que fechou o Congresso Nacional, matou e torturou, cassou direitos políticos, impediu a liberdade de imprensa, instalou a censura, exilou adversários políticos e perseguiu estudantes, fortalecer uma democracia, será o dia mundial dos absurdos. Porque o dia da mentira já é o dia primeiro de abril.

Moro Fora da Disputa: Em nota publicada no dia 31-03-2022 em seu Instagram, o ex-juiz Sergio Moro confirmou a saída do Podemos e sua filiação ao União Brasil. Moro afirmou que abriu mão, “nesse momento”, da pré-candidatura à Presidência da República. (Valor)

Demissão do Presidente da Petrobras: Em meio à sua insatisfação e de seus aliados políticos com os reajustes dos preços dos combustíveis e seus efeitos inflacionários em ano eleitoral, o presidente Bolsonaro decidiu demitir o atual presidente da Petrobras, o general Joaquim Silva e Luna, e nomear para o cargo o consultor Adriano Pires, especialista em energia. A dúvida é saber como Adriano Pires conciliará sua postura técnica, de defesa do livre mercado, com as demandas de Bolsonaro para controlar os preços da gasolina, do etanol e do óleo diesel. (Valor)

Lula sobre Adriano Pires: “Não conheço essa pessoa, por isso não vou falar mal do cara que assumiu. Mas em dois trechos de notícias que eu li hoje, eu vi que ele é lobista. E que ele é muito mais ligado às empresas estrangeiras do que às nossas. E ele faz parte de um grupo seleto de personalidades brasileiras que não aceitam o discurso de que o petróleo é nosso.” (Poder 360)

E o Milton Ribeiro? O ministro da Educação, Milton Ribeiro caiu. Ele não resistiu a novas denúncias sobre suposta influência de pastores na destinação de verbas da pasta e pediu exoneração. A decisão foi tomada em comum acordo com o presidente Jair Bolsonaro e comunicada por meio de uma carta em que ele negou envolvimento em irregularidades. O secretário-executivo, Victor Godoy Vieira, assumirá o cargo interinamente. (Valor)

Tarde Demais para o PL: O Lollapalooza acabou, mas o PL desistiu de representação junto ao Tribunal Superior Eleitoral que acusava os artistas de estarem fazendo propaganda eleitoral antecipada. O presidente Jair Bolsonaro ficou enfurecido, pelo que ouviram os repórteres Victor Fuzeira e Mayara Oliveira, com o desgaste sofrido nas redes sociais com a acusação de estar pedindo censura. (Metrópoles) (Meio)

Eduardo Leite Segue no PSDB: O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), sinalizou a aliados próximos que ficará no partido e não se filiará ao PSD para levar adiante seu projeto de concorrer à Presidência da República. Já informou sua decisão ao presidente do PSD, Gilberto Kassab.Tudo indica que ao ficar no PSDB, o governador gaúcho pretende ficar à disposição do partido para eventualmente ser candidato à Presidência, em uma composição com o MDB e União Brasil. (Valor)

Lula Conversa com Empresários: Lula garantiu a um grupo de empresários, numa conversa fechada, que se eleito fará um governo com previsibilidade, segurança jurídica e sem revanchismo, conta Lauro Jardim. O ex-presidente falou a Luiz Carlos Trabuco, presidente do conselho do Bradesco, Claudio Ermírio de Moraes, do grupo Votorantim, Eduardo Sirotsky, fundador da empresa de investimentos EB Capital, e ao anfitrião José Seripieri Junior, da QSaúde!. Lula disse que fará “o que for preciso para gerar confiança” (Globo) (Meio) 

Vera Magalhães: “PSDB, DEM e União Brasil vão tentar chegar a um consenso para lançar apenas um candidato para tentar quebrar a até aqui consolidadíssima polarização entre Lula e Jair Bolsonaro. E quais as apostas para o desenvolvimento desse enredo? Cada um tem a sua. Leite ficou no partido na esperança de ser ungido candidato por um apelo dos demais partidos. E o que dizem os aliados do governador de São Paulo? Que ele não está mais tão inflexível quanto antes a respeito da possibilidade de não ser candidato. Mas também que ele pode ‘desistir para apoiar qualquer um, menos o Leite’. E Simone Tebet? A senadora do MDB corre por fora na disputa tucana. E Sérgio Moro? Se há hoje um só consenso entre os grupos de Doria, Tebet e Leite é que o ex-juiz não vai manter a candidatura até o fim. Falta apoio político, inclusive da direção do Podemos, dinheiro e espaço para crescer, dada a rejeição que tem. Segundo um cacique do MDB, a própria presidente do Podemos, Renata Abreu, já estaria disposta a caminhar com uma candidatura única de centro. Faltaria apenas convencer Moro a sair de cena. Não deverá ser tão fácil.” (Globo) (Meio)

Clima de Campanha Antecipada: Avaliem se estou exagerando, mas o clima era de campanha e os discursos eram de campanha, contudo Bolsonaro (PL) jura que o encontro do seu partido na manhã de 27-03-2022, em Brasília, não era campanha antecipada. Por orientação de advogados, o evento foi repaginado como um ato para estimular a filiação à legenda, mas, na véspera, o próprio Bolsonaro admitira que era o lançamento de sua “pré-candidatura”. Com o cuidado de não pedir votos explicitamente, ele discursou dizendo que a eleição não era uma luta entre “direita e esquerda”, mas entre “o bem e o mal”. Ele também afirmou que tem “um exército” a seu lado, mas negou que o tom fosse de ruptura. “Por vezes me embrulha o estômago ter que jogar dentro das quatro linhas, mas eu jurei, e não foi da boca para fora, jogar dentro da Constituição”. Bolsonaro aproveitou para fazer mais uma homenagem ao coronel do Exército Carlos Alberto Brilhante Ustra (1932-2015), que atuou no DOI-Codi durante a ditadura militar e foi condenado na Justiça por tortura. Para o presidente, o coronel “lutou por democracia” (UOL) (Meio)

Telegram Ficou Bonzinho e Firmou Acordo: O Telegram, depois de sua suspensão no Brasil, assinou dia 25-03-2022 um acordo com o TSE para combater a desinformação durante as eleições deste ano. Em fevereiro, um documento semelhante havia sido firmado com outras oito plataformas, mas o aplicativo russo não tinha representante no Brasil nem respondia às notificações da Justiça. (g1) (Meio)

Querem Extinguir a Pandemia por Decreto: O Ministério da Saúde recuou na ideia de declarar o fim da pandemia de covid-19, uma atribuição da OMS e não dele. O rebaixamento da doença à condição de endemia foi anunciado no início do mês pelo presidente Bolsonaro, mas auxiliares do ministério explicaram a Queiroga que isso estava fora de sua alçada. A intenção de mandar um sinal de que o governo “venceu a crise” permanece, agora por meio de medidas secundárias, como a orientação geral pelo fim do uso de máscaras e o encerramento da Emergência em Saúde Pública de Importância Nacional (Espin), reconhecida em fevereiro de 2020. (Folha) (Meio)

Só Não Pode Pedir Votos: A campanha eleitoral só vai começar no dia 16 de agosto, e isso vale para comícios, carreatas e aparições na TV. Mas, na prática, o TSE tem feito vista grossa a atos nos quais os pré-candidatos fazem de tudo, menos pedir explicitamente votos. Foi o caso do evento do PL no último domingo, no qual o presidente Jair Bolsonaro disse que sua reeleição era “uma luta do bem contra o mal”, da participação do ex-presidente Lula (PT), no último sábado, do Festival Vermelho, em Niterói (RJ), e de atos de praticamente todos os demais postulantes ao Planalto. Especialistas dizem que a forte polarização na campanha e o uso de plataformas da internet dificultam a ação da Justiça Eleitoral. (Folha) (Meio)

Kassab Vai ficando Sem Candidato: Pode-se afirmar que Gilberto Kassab não teve sucesso nas suas tentativas de convencer o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (MG), e o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), a encabeçarem uma candidatura presidencial pelo PSD. O pior é que ele já tem no radar um terceiro “não”. Trata-se do ex-governador do Espírito Santo Paulo Hartung (sem partido), apontado por Kassab como “plano C” do partido à Presidência. Hartung sinalizou que vai declinar do convite, deixando o PSD sem alternativas no momento. (Carta Capital)

Não Vou Nem Comentar: A Polícia Federal encaminhou dia 30-03-2022, ao STF, um relatório concluindo que o presidente Bolsonaro (PL) não interferiu, vou repetir, não interferiu na corporação para proteger parentes e aliados. A investigação foi aberta em 2020, a pedido da PGR, após acusações do ex-ministro da Justiça Sérgio Moro, hoje pré-candidato à Presidência pelo Podemos. Moro acusou Bolsonaro de tentar interferir em investigações ao cobrar a troca do chefe da PF no Rio e ao exonerar o diretor-geral da corporação. O relator do caso, ministro Alexandre de Moraes, deve encaminhar o documento da PF à PGR. (g1) (Meio)

Augusto Aras, Um Bolsonarista Fiel: A ministra do STF Rosa Weber negou pedido do procurador-geral da República, Augusto Aras, para arquivar o inquérito que investiga se Bolsonaro cometeu crime de prevaricação ao não dar prosseguimento a denúncias de fraude na tentativa de compra da vacina indiana Covaxin. Pasmem, Aras argumentou que não era atribuição do presidente abrir uma investigação, mas Rosa Weber concluiu que ao chefe do Executivo “não assiste a prerrogativa da inércia nem o direito à letargia”. A PGR vai recorrer. (UOL) (Meio)

De Volta ao Ataque: Bolsonaro voltou a atacar a urnas eletrônicas. Em evento no Rio Grande do Norte, ele disse que “os votos serão contados no Brasil. Não serão dois ou três que decidirão como serão contados esses votos”. Os votos nas eleições brasileiras são totalizados pelo sistema do TSE, em Brasília, sob fiscalização dos partidos. (Metrópoles) (Meio)

Mais Bondades Eleitoreiras: Em mais um gesto eleitoreiro o governo avalia a possibilidade de conceder reajuste de 5% para todas as categorias a partir de julho. Ocorre que a medida custaria pelo menos R$ 5 bilhões em 2022, e a margem disponível para reajustes é de R$ 1,7 bilhão. O custo anualizado da medida seria de R$ 10 bilhões a R$ 11 bilhões. A hipótese de reajuste de 5% encontra clara resistência na área fiscal do governo. (Valor)

Malu Gaspar: “Um cacique tucano resumiu assim a situação: ‘Doria agiu como explodir tudo.’ Ao final do dia, parecia evidente que a carta de Araújo não será suficiente para impedir que Doria comece a ser abandonado no dia seguinte a sua saída do governo. Na visão desses tucanos, o que eles fizeram ontem foi desarmar a bomba. De agora em diante, vão começar a trabalhar para se livrar do terrorista.” (Globo) (Meio)

Doeu o Bolso:  Com a ameaça de bloqueio de bens e multa diária de R$ 15 mil, o deputado Daniel Silveira (PTB-RJ) foi ontem à superintendência da Polícia Federal em Brasília recolocar a tornozeleira eletrônica. A ordem partiu do ministro do STF Alexandre Moraes, a pedido da PRG. No próximo dia 20, Silveira será julgado pelo Supremo por incitar atos antidemocráticos e ameaçar os próprios ministros da Corte. (g1) (Meio)

Ambiente Social, Emprego e Renda

Pagamento de Indenizações pela Vale: Vem da Vale a informação de que já pagou pouco mais de R$ 3 bilhões em indenizações a pessoas atingidas pelo rompimento da barragem B1, em Brumadinho (MG), em 2019, que causou a morte de 270 pessoas. Foram fechados 6,5 mil acordos, sendo 5,1 mil acordos cíveis, abrangendo 10,4 mil pessoas, e 1,4 mil acordos trabalhistas, envolvendo cerca de 2,4 mil pessoas.  (Valor)

Auxílio É Pago Sem Controle da Frequência Escolar: Num total desprezo às regras, o governo federal não está verificando a frequência escolar de crianças cujas famílias recebem o benefício Auxílio Brasil, embora este seja um requisito do programa. Segundo especialistas, a retomada deste monitoramento é essencial para estimular a volta dos estudantes para as salas de aula após as interrupções causadas pela pandemia. A frequência escolar mínima exigida para o pagamento do Auxílio Brasil é de 60% para crianças de 4 e 5 anos e 75% para estudantes de 6 a 21 anos. (g1)

Tempo Total de Estudos Cai: E os dados da pesquisa Retorno para Escola, Jornada e Pandemia, publicada pela FGV Social em janeiro de 2022, mostram que o tempo total de estudo dos alunos pertencentes ao Bolsa Família caiu à metade entre 2006 e 2020. A média semanal foi de 4 horas e 1 minuto para 2 horas e 1 minuto por semana em 2020, entre os estudantes de 6 a 15 anos. (g1)

Mais Vagas com Carteira Assinada: Seguindo em recuperação com o arrefecimento da Covid-19, o mercado de trabalho brasileiro registrou abertura líquida de 328.507 vagas com carteira assinada em fevereiro, resultado de 2.013.143 admissões menos 1.684.636 desligamentos. Os dados do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) foram divulgados pelo Ministério do Trabalho e Previdência. Com os números de fevereiro, o saldo de contratações acumulado em 2022 está positivo em 478.862 postos de trabalho. (Valor)

Vagas para Trabalho Intermitente Aumentam: E os dados do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) apontam que o país gerou em fevereiro 8.828 novos postos de trabalho intermitente, modalidade criada pela reforma trabalhista que permite jornada em dias alternados ou por horas determinadas. O número é resultado de 25.396 admissões e 16.568 desligamentos. No ano, até fevereiro, foram criados 12.457 postos intermitentes, resultado de 47.075 admissões e 34.618 desligamentos. (Valor)

Regime de Tempo Parcial Amplia Contratações: O regime de tempo parcial registrou 26.104 admissões e 16.586 desligamentos, gerando saldo de 9.518 vagas. Até fevereiro, o resultado doe 2022 ficou positivo em 10.100. Foram 42.726 admissões contra 32.626 desligamentos. (Valor)

Mão de Obra Subutilizada 1: O Brasil tinha 27,3 milhões de trabalhadores subutilizados no trimestre encerrado em fevereiro de 2022, segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua do IBGE. A boa notícia é que os dados divulgados mostram que houve queda de 6,3% (menos 1,8 milhão de subutilizados) frente ao trimestre móvel anterior e retração de 17,8% (menos 5,9 milhões de pessoas), em relação a igual trimestre do ano passado. (Valor)

Mão de Obra Subutilizada 2: Notem que o contingente de subutilizados correspondia a 23,5% da força de trabalho ampliada do país (que soma a força de trabalho com a força de trabalho potencial), a chamada taxa de subutilização, no trimestre encerrado em fevereiro. O indicador era de 25% no trimestre encerrado em novembro de 2021 e de 29,2% em igual período de 2021. (Valor)

Ambiente Empresarial e Tecnológico

Suzana Cencin Castelnau, escritório Donelli e Abreu Sodré Advogados (DSA): “A troca de presidente da Petrobras parece ser uma resposta do chefe do poder executivo para mostrar que está tomando providências com relação à alta dos combustíveis. Contudo, a mudança de política de preços de combustíveis da Petrobras não é algo que possa ser feito com a mera mudança do Presidente da Companhia e sem seguir todo um procedimento de aprovações internas”. (Valor)

Avaliação de Serviços de Telecomunicações: A internet banda larga fixa foi o serviço mais mal avaliado pelo consumidor em 2021, segundo pesquisa da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Já a telefonia móvel pré-paga foi o serviço com melhor avaliação. A internet banda larga fixa obteve a pontuação de 6,88 em uma escala de zero a dez, enquanto a telefonia celular pré-paga registrou 7,82%. Segundo a Anatel, o home office durante a pandemia evidenciou a limitação de alguns serviços, e esse descasamento entre a oferta vendida e a expectativa do consumidor ajuda a explicar a baixa avaliação. (g1) (Meio)

Apple Reduz a Produção por Queda na Demanda: A Apple deve reduzir em 20% a produção do novo iPhone SE no próximo trimestre e oferecerá 10 milhões a menos de AirPods em 2022. Em vez de problemas na cadeia de suprimentos ou escassez de chips, que têm impactado na produção de empresas de tecnologia no mundo, a demanda abaixo do esperado está entre os motivos para a empresa voltar atrás em seus planos de produção. O iPhone SE foi lançado no início deste mês como a versão mais acessível da sua linha de telefones. No Brasil, o aparelho custa R$ 4.199. (UOL) (Meio)

Pequena Indústria Estava Otimista em Fevereiro: Segundo a pesquisa Indicador de Atividade da Micro e Pequena Indústria do Estado de São Paulo, realizada pelo Datafolha e encomendada pelo Sindicato das Micro e Pequenas Indústrias do Estado de São Paulo, a satisfação com os negócios entre empresários do setor subiu de 132 pontos para 144 pontos em fevereiro, maior marca desde janeiro de 2020. Em relação à inflação, a perspectiva pessimista caiu de 61% para 53% em fevereiro. Apesar do resultado positivo, a tendência é que a onda otimista não prossiga, em decorrência da guerra da Ucrânia e da queda do dólar. (Valor)

Produção de Calçados Deve Aumentar: A indústria calçadista está na expectativa de uma retomada gradual do mercado interno e aumento do ritmo das exportações,  elevando a produção de calçados, mais uma vez, em 2022, depois de crescer 8% no ano passado (806,3 milhões de pares, de acordo com os dados mais recentemente ajustados pelo IBGE). Devem ser produzidos mais de 820 milhões de pares de calçados ao longo do ano. A projeção é da Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados) e significa um incremento médio de 2,3% em relação a 2021. A associação trabalha com um intervalo de crescimento de 1,8% e 2,7%, indo de 820 milhões a 828 milhões de pares. (Valor)

Notícias da Copasa 1: Segundo o presidente da Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa), Carlos Eduardo de Castro, a empresa se prepara para disputar leilões de água e esgoto, por ora, dentro do Estado. A empresa, que se comprometeu a quase dobrar seu patamar de investimentos nos próximos quatro anos, não dependerá nem de privatização nem de subconcessões para atingir seus objetivos. (Valor)

Notícias da Copasa 2: Um dos alvos das disputas será Ipatinga, cujo contrato com a Copasa venceu em fevereiro de 2022. A cidade, que era uma das dez maiores operações do grupo, deverá fazer licitação para uma concessão. (Valor)

Notícias da Copasa 3: A má notícia é que, em 2021, a Copasa registrou um lucro líquido de R$ 537,6 milhões, tendo uma queda de 34,2% em relação a 2020. O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) atingiu R$ 1,6 bilhão, uma redução de 17,2%. No quarto trimestre do ano passado, os números também ficaram bastante abaixo da expectativa do mercado. O lucro no período caiu 76,1% e ficou em R$ 64,3 milhões. (Valor)

Notícias da Cemig: A Cemig anunciou que fará uma reestruturação na área de fundos de pensão e no plano de saúde dos empregados, como parte dos esforços para melhorar seu desempenho financeiro. Os dois braços geram uma despesa próxima a R$ 7 bilhões para a companhia. (Valor)

Cresce a Confiança nas Empresas e nas ONGs 1: Um estudo da Edelman Trust Barometer 2022, pesquisa que ouviu 36 mil pessoas, em 28 países, incluindo o Brasil, e que chegou este ano à sua 22ª edição, constatou que os brasileiros confiam primeiro na empresa em que trabalha. E, no último ano, passou a confiar mais nas empresas em geral e também nas ONGs. Já o governo é visto como a instituição menos confiável, ética e competente. (Valor)

Cresce a Confiança nas Empresas e nas ONGs 2: A pesquisa aponta que a confiança nas empresas, que já vinha aumentando nos últimos anos, subiu 3 pontos, sendo citada por 64% dos entrevistados. A crença nas ONGs foi a que mais cresceu subindo 4 pontos e chegando a 60%, saindo do patamar de neutralidade para o de credibilidade. A confiança no governo, por sua vez, caiu 5 pontos, ficando em 34%, enquanto a confiança na mídia caiu 1 ponto, ficando em 47%. (Valor)

Crescimento do E-Commerce: O mercado de e-commerce no Brasil deve crescer 95% até 2025, atingindo US$ 79 milhões segundo o relatório The Global Payments 2022. Globalmente, o estudo indica que o aumento deverá ser de 53,3% no mesmo período, chegando a US$ 8 trilhões. O levantamento constatou o novo comportamento do consumidor brasileiro, que reduziu o uso de dinheiro em espécie. Cartões de crédito aparecem como principal meio de pagamento, com 44,7% do valor das transações do comércio eletrônico em 2021. Por conta disso, o forte avanço dos meios online demanda soluções de tecnologia para atender os novos consumidores. (Meio)

Crescimento das Edtechs: As startups do setor de educação, devem movimentar, globalmente, mais de US$ 350 bilhões até 2025, segundo o Distrito Report. Com diversas tendências, como a Web3 e metaverso, as edtechs terão uma série de oportunidades e desafios nos próximos anos. (Forbes Brasil)

O Jogo É Sujo e Pesado: Meta, a empresa controladora do Facebook, Instagram e WhatsApp, teria contratado uma das maiores empresas de consultoria política dos Estados Unidos para uma campanha de difamação contra o TikTok, segundo uma investigação do jornal The Washington Post. De acordo com e-mails internos da companhia, a Targeted Victory promoveu histórias falsas em meios de comunicação para prejudicar a reputação do aplicativo, criticando a atuação do TikTok com crianças e adolescentes. Andy Stone, porta-voz da Meta, defendeu a empresa e disse que “todas as plataformas, incluindo o TikTok, devem enfrentar um nível de escrutínio consistente com seu crescente sucesso”. (The Washington Post) (Meio)

Genoma 100% Sequenciado: Boa notícia. Uma equipe com quase 100 cientistas do Consórcio Tlomere-to-Telomere (T2T) anunciou o sequenciamento completo do genoma humano. Foram quase vinte anos desde que, em 2003, foram sequenciados 92% dos nossos genes, mas os 8% restantes se mostraram um enorme desafio, devido a sua complexidade. A conclusão do trabalho acrescentou 400 milhões de letras ao DNA previamente sequenciado – valor de um cromossomo inteiro. “Eles contêm genes de resposta imune que nos ajudam a nos adaptar e sobreviver a infecções, pragas e vírus”, disse Evan Eichler, pesquisador do Howard Hughes Medical Institute da Universidade de Washington e líder da pesquisa. (CNN Brasil) (Meio)

Gestão Ambiental e Energia

Pressão no Ibama por Derrubada de Embargos: Segundo informações do site The Intercept Brasil, mensagens de WhatsApp revelam que o presidente do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis, o Ibama, Eduardo Fortunato Bim, pressionou o então superintendente do órgão no Pará para derrubar embargos contra a mineradora Gana Gold. A empresa extraiu mais de R$ 1 bilhão em ouro de uma unidade de conservação federal com licença ambiental irregular. (The Intercept)

Importadores de Combustíveis Apontam Defasagem nos Preços: Dados da Associação Brasileira dos Importadores de Combustíveis (Abicom) apontam que até  o dia 28-03-2022 os preços praticados para a Petrobras para a gasolina estavam com uma defasagem média de 8% em relação aos do mercado internacional, o que indicaria necessidade de um aumento de R$ 0,33 por litro no combustível. Já os preços do diesel estariam 11% abaixo da cotação internacional, com uma defasagem de R$ 0,58 por litro. (Valor)

Ambiente Internacional

Quitação de Dívida Externa Russa: A Rússia tem compromisso de quitar mais de US$ 2,6 bilhões de sua dívida em moeda estrangeira até dia 04-04-2022. Há dúvidas sobre a capacidade de Moscou efetuar os pagamentos por causa das  sanções aplicadas sobre seu Banco Central e Tesouro. (Poder 360)

Lei dos Mercados Digitais na Europa: A União Europeia fechou acordo sobre a Lei de Mercados Digitais (Digital Markets Act) com uma série de obrigações para evitar práticas anticompetitivas das gigantes de tecnologia como Google, Microsoft, Meta e Apple. A nova lei, que ainda precisa da aprovação do Parlamento e do Conselho Europeu, está prevista para entrar em vigor em janeiro de 2023 e incluem medidas como proibir que as empresas classifiquem seus produtos ou serviços acima dos de outras em resultados de pesquisa on-line ou reutilizar dados coletados de diferentes serviços. A legislação prevê multas que podem ir de 10% das vendas mundiais do grupo até 20% em caso de reincidência. (The Guardian) (Meio)

Situação Complicada para a Europa: E a presidente do Banco Central Europeu (BCE), Christine Lagarde, reconheceu que a Europa está entrando em uma fase difícil, em meio ao cenário de inflação mais alta e crescimento econômico mais lento. “Há uma incerteza considerável sobre quão grandes serão esses efeitos e por quanto tempo durarão”, afirmou, durante evento organizado pelo banco central de Chipre. Lagarde afirmou, ainda, que, com a resposta política correta, é possível diminuir os dados econômicos da guerra da Ucrânia e gerenciar os elevados níveis de incerteza. (Valor)

PIB dos Estados Unidos: E o desempenho do Produto Interno Bruto (PIB) dos Estados Unidos no quarto trimestre de 2021 foi revisado para uma expansão de 6,9%, em vez de 7% como informado anteriormente. O dado faz parte da terceira leitura feita pelo Departamento de Comércio. (Valor)

Crescimento da China Ameaçado: A economia da China está enfrentando problemas por causa de um crescente surto de covid-19, com economistas alertando para uma desaceleração mais profunda se os lockdowns em Xangai e outros locais persistirem. (Valor)

Alemanha Não Pagará Gás em Rublos: A Alemanha está se preparando caso ocorra uma queda repentina no fornecimento de gás natural russo em meio a ameaças de Moscou de reduzir as exportações de energia. A decisão ocorreu após o governo da Rússia ter dito que receberia apenas rublos pelas exportações de gás. Os contratos entre as empresas alemãs e russas são denominados em euros. As sanções impostas a Moscou pela invasão da Ucrânia impedem as companhias ocidentais de comprar a moeda russa. (Valor)

As Origens da Dependência Alemã: Vejam onde começou o problema. A Alemanha, que ajudou a construir dois gasodutos submarinos que a conectam à Rússia, é o maior comprador global do gás russo e depende de Moscou para mais de 50% de seu fornecimento. Vários governos alemães, especialmente o da ex-premiê Angela Merkel, aumentaram gradualmente a dependência do país de importações da energia barata da Rússia. (Valor)


Notas Econômicas – Fontes:

Jornal Valor, Folha, Estadão, UOL, Globo, Meio Newsletter, Poder 360, Metrópoles, The Guardian, Carta Capital, The Intercept, FJP, Forbes Brasil, The Washington Post, CNN Brasil e g1.

Participe das conversas sobre o futuro. Deixe a sua opinião

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.