Tendências

    0
    121

    Tendências são fatos ou fenômenos que podem acontecer em algum momento adiante na história da sociedade, como um novo comportamento individual ou de um grupo, adoção de um hábito, uma moda, uma mudança ou uma inovação. Uma predisposição de algo acontecer e mudar o rumo dos eventos.

    Força que leva uma pessoa ou um grupo a ser ou agir de uma forma específica no futuro. Sinal sobre a adoção de um novo comportamento. Disposição natural que leva algo ou alguém a se mover em direção a outra coisa ou pessoa. Evolução de alguma coisa num sentido determinado. O termo faz referência à força que imprime determinado movimento ou orientação.

    A moda sinaliza microtendências, aquelas que enxergamos no nível das ruas. São as novidades identificadas em grupos de pessoas atravessando avenidas ou conversando, nos centros de consumo, nos eventos ou em bares. São comportamentos de curto prazo, abrangendo, no máximo, uma comunidade de, por exemplo, consumidores ou usuários de serviços. Podem incluir outros fenômenos, como a adoção de novos aparelhos como os smartphones ou expressões utilizadas nas conversas.

    Quanto mais alto o andar de nosso prédio, enquanto subimos lentamente, maior a probabilidade de enxergarmos as macrotendências. Pense no impacto que a implantação da internet das coisas, a tecnologia que vai possibilitar a sua geladeira falar com o seu smartphone, vai gerar sobre os seus hábitos diários. Ou como a pandemia vai afetar as suas rotinas nos próximos anos. São respostas relativamente imediatas às inovações da humanidade, aos impactos das transformações.

    Caracterização

    Nos estudos sobre futuro, existem diferentes níveis de análise sobre as tendências:

    • As megatendências são as grandes forças do desenvolvimento social que provavelmente afetarão o futuro em todas as áreas nos próximos 10 a 15 anos. Também definidas como uma grande mudança social, econômica, política, ambiental ou tecnológica que demora a se formar.
    • Microtendências são aquelas que enxergamos no nível das ruas. São as novidades identificadas em grupos de pessoas. São comportamentos de curto prazo, abrangendo, no máximo, uma comunidade de, por exemplo, consumidores ou usuários de serviços. Podem incluir outros fenômenos, como a adoção de novos aparelhos como os smartphones ou expressões utilizadas nas conversas.

    Leia também:

    Tendências: transformações que impactam a sociedade