Aumento do uso da tecnologia em diversos setores aquece a demanda por candidatos qualificados. Setor de Mineração vê retomada das contratações.

Apesar do cenário econômico desafiador, alguns setores do mercado de trabalho em Minas Gerais seguem aquecidos e com alta demanda por mão de obra qualificada. De acordo com levantamento da Robert Half, empresa de recrutamento especializado, os profissionais do segmento de Tecnologia são os mais demandados, além de Serviços, Saúde e Educação.

“Mesmo com algumas incertezas no âmbito econômico, há setores pontuais aquecidos e outros que estavam com uma demanda por contratações reprimida e agora estão em ritmo de retomada. As empresas desenvolvedoras de software, prestadoras de serviço e alguns setores de Mineração são exemplos de empresas contratantes”, explica Alexandre Mendonça, consultor de recrutamento especializado da Robert Half.

Na área de Tecnologia, as posições com maior demanda na região são gerente de TI, desenvolvedores, analistas de processo de negócio e gerente de projetos. Além disso, as posições na área Administrativa Financeira como Controller/controladoria, auditoria interna e Recursos Humanos, têm sido demandadas no mercado de trabalho.

“Encontrar profissionais para as posições na área de TI é o maior desafio no momento, pois há um volume alto de vagas, com elevada exigência e um baixo número de candidatos qualificados para as posições. Por isso, é muito importante que os profissionais busquem especialização e atualização constante”, recomenda Mendonça.

A profissão de analista de inovação, ou cientista de dados, surge com uma nova demanda na região mineira e se destaca pelo alto nível de exigência, já que se trata de uma função emergente dentro das empresas.

Retomada na mineração

Entre os setores que apresentam retomada no ritmo das contratações, está o de Mineração, especialmente das empresas ligadas à extração de ouro, por conta do mercado externo favorável a absorver a produção. O segmento Automotivo também apresenta recuperação, em função dos anúncios de investimentos de montadoras multinacionais na região e no Brasil, de forma geral.

Importância da qualificação

8º Índice de Confiança Robert Half (ICRH) apontou que a taxa de desemprego é menor entre profissionais com nível superior e com idade igual ou superior a 25 anos, quando comparado à média geral da população. No primeiro trimestre de 2019, 6,1% dos profissionais com nível superior estavam desempregados, contra 12,7% da taxa nacional divulgada pelo IBGE.