iBuyer, co

iBuyer, co-working e co-living são alternativas que crescem de importância no segmento. Foto por Cal David em <a href="https://www.pexels.com/photo/close-up-photography-of-white-poodle-735319/" rel="nofollow">Pexels.com</a>
iBuyer, co-working e co-living são alternativas que crescem de importância no segmento. Foto por Cal David em Pexels.com

Durante uma semana, os principais players do mercado imobiliário e tecnologia do mundo se reuniram em Las Vegas para o Inman Connect, evento que discute com essas lideranças o futuro do setor. Marcello Romero, CEO da Bossa Nova Sotheby’s International Realty representou a imobiliária e consultoria de imóveis de alto padrão durante os dias de palestras e debates. O assunto mais comentado pelos organizadores foi o papel das empresas iBuyer no mercado, que nos EUA já existe há 5 anos e em outros países começa a ser implantado, como no caso do Brasil, que começou há cerca de um ano.

Esse serviço se resume em uma empresa que compra, reforma e revende o imóvel, otimizando a precificação e acelerando as transações imobiliárias. Por aqui uma pessoa muda, em média, a cada 20 anos, enquanto nos EUA a troca de imóvel acontece a cada 6 anos. Esse movimento não elimina os corretores de imóveis, já que tanto compradores quanto vendedores preferem receber uma orientação sobre a melhor negociação, não sendo possível simplesmente descartar o profissional, que agora passa a ser distinto: o comprador terá um consultor enquanto o vendedor terá outro, acabando com qualquer tipo de conflito de interesses e aumentando a confiança de estar fazendo a escolha certa com auxílio dos consultores e da tecnologia.

A BNSIR já trabalha em parceria com os principais iBuyers do país e também segue desenvolvendo seu modelo de precificação por meio da ferramenta própria chamada Cidade Virtual. Esse modelo levará em conta o número de transações realizadas em determinada região e seus valores, demonstrando de maneira assertiva o preço real dos imóveis. O treinamento dos corretores também auxilia em um dos processos mais importantes de todo esse desenvolvimento: o empoderamento dos clientes que vendem e compram. “Haverá um grande amadurecimento deste segmento, o cliente será educado e empoderado para tomar melhores decisões, diminuindo o tempo para trocar de imóvel para níveis jamais vistos”, afirma Romero.

Ainda segundo o executivo, uma série de serviços acessórios estarão aliados a tecnologias que englobam financiamento, seguros, reforma entre outros que serão incorporados no processo, tornando a experiência mais completa e ágil. O cenário econômico atual também faz do iBuyer uma excelente opção. “Há crédito disponível no mercado, temos demanda por imóveis e temos propriedades ociosos, mas devido a equívocos de precificação os negócios acabam não saindo do papel e é essa realidade que as empresas e imobiliárias querem mudar”, finaliza Romero.

Fonte: informações da empresa