Futuro da biomedicina: personalização e precisão

0
1717
A medicina personalizada e de precisão vai garantir novas demandas por profissionais de biomedicina.
A medicina personalizada e de precisão vai garantir novas demandas por profissionais de biomedicina.

Radar do Futuro

Em 2025, a medicina personalizada estará mais próxima, finalmente, da sua maturidade. Em uma emergência hospitalar, o médico terá à disposição, em prontuários digitais, as informações sobre o DNA de cada paciente. Sistemas de diagnóstico instantâneo vão agilizar o atendimento. O cenário de avanços no diagnóstico e prescrição de tratamentos para pacientes, em meados da terceira década do século, terá biomédicos como alguns dos principais atores.

Área das ciências biológicas voltada para a pesquisa das doenças humanas, suas causas e formas de tratamento, a biomedicina será altamente beneficiada pela evolução das tecnologias de computação, da biotecnologia e da nanotecnologia. Os profissionais se envolverão nos avanços como os da genômica e a genética, que estarão se consolidando como ferramentas médicas determinantes para prevenir e curar doenças. O custo para sequenciar, armazenar e estudar todo um genoma humano será de um dólar.

A medicina personalizada se concentra em maneiras de melhorar a forma como os pacientes individuais ficam saudáveis. Em busca desse objetivo, grandes quantidades de dados pessoais de saúde estão sendo coletados e aproveitados para tratar e tratar pacientes. Essas tecnologias irão alterar radicalmente o setor de saúde.

CENÁRIO 

Serviços de diagnósticos e tratamento e atendimento hospitalar representam, hoje, cerca de 70% dos empregos gerados para profissionais de biomedicina. Hospitais, clínicas e laboratórios de análises clínicas e de diagnóstico por imagem são as principais fontes geradoras de oportunidades.

Mas há expansão da procura pelo biomédico na indústria farmacêutica, esperado no processo de expansão de pesquisas de novos medicamentos e outros produtos médicos de base biotecnológica. Boas perspectivas também têm surgido nas áreas de citopatologia, toxicologia, reprodução humana, hematologia e em clínicas especializadas em quimioterapia. 

Outro nicho em alta é o da biomedicina estética. Nesse caso, o profissional atua em clínicas particulares que oferecem tratamento para pele e corpo. A demanda é maior nas regiões Sul e Sudeste, que concentram indústrias farmacêuticas e institutos de pesquisa.

TENDÊNCIAS

Uma área recente e que tem demandado profissionais é a da bioinformática, campo do conhecimento que usa recursos computacionais para construir modelos de moléculas que compõem os seres vivos. Esses modelos são importantes porque podem ser usados para entender a origem das doenças e, assim, auxiliar no desenvolvimento de medicamentos para tratá-las.

Responsável por cerca de 8,6% das contratações, o setor de saúde pública é outro que necessita do profissional, solicitado para lidar com epidemias, como as de zika vírus e gripe H1N1, ocorridas recentemente no país. Porém, diante dos cortes de verbas do setor público, há sérias possibilidade de redução das oportunidades. Mas tem crescido, em todo o país, os concursos públicos para biomédicos atuarem na área de criminalística.

Entre oportunidades e riscos

O futuro da biomedicina envolve uma dicotomia. Os avanços da tecnologia sobre os sistemas de análise clínica geram oportunidades importantes para o futuro da profissão. A evolução dos sistemas de análise e detecção de variações de amostras de sangue cria novas demandas, mas também viabiliza a automação de processos. 

ANÁLISE DO PROFISSIONAL

 

A Biomedicina é uma profissão jovem, com pouco mais de 50 anos.
Um dos pontos mais fracos é a forte integração que ela possui com a tecnologia, por exemplo: Hoje se fala muito da medicina personalizada ou medicina de precisão, que nada mais é a utilização de equipamentos para a aplicação na biologia molecular, algo que o biomédico está altamente capacitado a realizar.

Há um mercado promissor nessa área e também em outras como: diagnóstico por imagem, reprodução assistida e pesquisas voltadas a neuro. Quanto ao ponto fraco da profissão, é algo já presente é a desvalorização do profissional por conta do desconhecimento do papel que o mesmo possui, mas creio que seja um cenário passageiro, estamos trabalhando pra isso.

Raphael Rangel


O FUTURO DA PROFISSÃO – Biomedicina

  • UM DIA NO FUTURO 

    • Profissão se beneficia dos investimentos em tecnologias voltadas para a saúde
      • Rumo à medicina personalizada e de precisão
    • Os próximos anos podem marcar um período de grandes oportunidades para profissionais
    • Tecnologia: representam ferramenta de trabalho e ameaça
  • CENÁRIO ATUAL

    • Forças
      • Diversidade de áreas: 19 áreas regulamentadas pelo conselho profissional
      •  
    • Fraquezas
      • Áreas de sombra da concorrência
      • Baixo conhecimento sobre a profissão
    • O mercado hoje
      • Percepção baixa do papel desempenhado pelo profissional, pessoas confundem com medicina
      • É área fornecedora de estudos e soluções para as atividades médicas
    • Acontecimentos que impactam a atividade
      • redução de investimentos em pesquisas
      • dependência de capital estrangeiro
      • comportamento da demanda pelo profissional
      • evolução de sistemas de IA em diagnósticos
  • TENDÊNCIAS: O FUTURO

    • Principais forças de transformação
      • investimentos crescentes em saúde
      • envelhecimento da população
      • avanços de pesquisas em biotecnologia
    • Impactos das tecnologias
      • automação de sistemas de diagnóstico
      • Inteligência artificial: ferramenta e concorrência
    • Áreas de oportunidades
      • Hemoterapia
      • Terapia celular
      • Oncologia
      • Auditoria
  • Conclusões
    • Crescimento no curto prazo: aumento das oportunidades
    • Tecnologias como ferramentas e concorrência

FONTES:
Guia do Estudante – Abril
Raphael Rangel – Biomédico
Base de conhecimento Radar do Futuro

Participe das conversas sobre o futuro. Deixe a sua opinião

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.