Demanda por produtos veganos favorece os planos de expansão da empresa.
Demanda por produtos veganos favorece os planos de expansão da empresa. Foto por John Lambeth em Pexels.com

,Com o objetivo de concorrer com os grandes produtores de carne bovina, a Fazenda Futuro, primeira foodtech 100% brasileira dedicada à produção de carne à base de plantas, sem nada de origem animal, mas com o mesmo gosto, textura e suculência da bovina, acelera mais uma vez para alcançar seu objetivo ao começar o plano comercial de exportação. Até o final de agosto, Uruguai e Paraguai serão os primeiros países a comercializar o produto. Já em setembro, os chilenos poderão conferir a novidade em grandes redes varejistas. 

Nos vizinhos brasileiros, a Fazenda Futuro, produtora do Futuro Burger, chegará como Hacienda Futuro como estratégia para aproximar o público local do produto. “Chegamos para revolucionar esse mercado antiquado e sem inovação que é o de carne de origem animal. Potencial e espaço não faltam, por isso, em tão pouco tempo, deixamos de ser apenas uma tendência para nos tornamos uma realidade positivamente sem volta. Agora, estamos trabalhando para que a Fazenda Futuro esteja presente no máximo de lugares como uma alternativa alimentar mais sustentável”, destaca Marcos Leta, fundador da Fazenda Futuro.

Lançada em abril, a empresa anunciou recentemente a primeira rodada de investimento externo, captando 8,5 milhões de dólares, elevando seu valor de mercado para 100 milhões de dólares. A rodada de investimentos foi liderada pela Monashees, o maior e mais ativo fundo de venture capital da América Latina, com participação da  Go4it Capital.

Potencial de crescimento

Depois do lançamento focado no eixo Rio-São Paulo, o aumento na demanda fez com que a foodtech já acelerasse os planos comerciais, ampliando sua presença em redes do varejo e food services Brasil afora. Em três meses, o número de parcerias com lanchonetes e restaurantes, por exemplo, saltou de 2 para + de 100, mostrando que há demanda para alternativas mais sustentáveis e saudáveis aos produtos de origem animal. No total, já são mais de 2000 pontos de venda entre food services, redes varejistas, e-commerce de congelados e pontos especializados em diversos estados do sudeste, sul e nordeste.

Sobre a Fazenda Futuro

Lançada em abril de 2019, a Fazenda Futuro é a primeira foodtech brasileira voltada à produção de carne vegetal sem origem animal, mas com  um grande diferencial: a carne imita o sabor, a textura e o cheiro de carne bovina. O Futuro Burger, produto de estreia da Fazenda Futuro, usa em sua base de ingredientes proteína de ervilha, proteína isolada de soja e de grão de bico, além de beterraba para imitar a cor e o sangue da carne, tudo sem glúten, sem transgênicos e, claro, sem boi.

Participe das conversas sobre o futuro. Deixe a sua opinião

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.