O que você deve saber sobre as atividades de um engenheiro químico

Carlos Teixeira
Designer do Futuro

O engenheiro químico lida com processos industriais que utilizam transformações bioquímicas. O profissional aplica, em escala industrial, conhecimentos sobre química, biologia, física e matemática para resolver problemas que envolvem a produção ou uso de produtos químicos, combustíveis, medicamentos, alimentos e vários outros produtos. O profissional define processos e equipamentos para produção em larga escala, planeja e testa métodos de produção e tratamento de subprodutos. 

ATIVIDADES TÍPICAS DO PROFISSIONAL

  • Realiza pesquisas para desenvolvimento de novos e melhores processos de fabricação
  • Desenvolve procedimentos de segurança para trabalhadores que lidam com produtos químicos perigosos
  • Desenvolve processos para a separação de componentes de líquidos e gasosos, ou para a geração de correntes elétricas, por meio de processos químicos controlados
  • Projeta e planeja o layout de equipamentos
  • Realiza testes e monitora o desempenho de processos durante a produção
  • Soluciona problemas com processos de fabricação
  • Avalia equipamentos e processos para garantir a conformidade com os regulamentos de segurança e ambientais
  • Estima os custos de produção para a gestão
  • Cria técnicas de extração de matérias-primas, inclusive a utilização e transformação em produtos químicos e petroquímicos, como tintas, plásticos, têxteis, papel e celulose
  • Projeta e dirige a construção e montagem de fábricas, usinas e estrações de tratamento de rejeitos industriais

Alguns engenheiros químicos especializam-se em processos específicos como, por exemplo, os de oxidação (a reação do oxigênio com produtos químicos para fazer outros produtos químicos) ou polimerização (fabricação de plásticos e resinas). 

 Outros se especializam em campos específicos, como os nanomateriais ou engenharia biológica. 

 Ainda outros se especializam no desenvolvimento de produtos específicos.

Além disso, os engenheiros químicos trabalham na produção de energia, eletrônicos, alimentos, roupas e papel. Eles devem entender como o processo de fabricação afeta o meio ambiente e a segurança dos trabalhadores e consumidores.

Engenheiros químicos também conduzem pesquisas em serviços de ciências da vida, biotecnologia e negócios.

 

AMBIENTE DE TRABALHO

Engenheiros químicos trabalham principalmente em escritórios ou laboratórios. Eles podem gastar o tempo em plantas industriais, refinarias e outros locais, onde eles monitor ou operações diretas ou resolver problemas no local. engenheiros químicos devem ser capazes de trabalhar com aqueles que projetar outros sistemas e com os técnicos e mecânicos que colocar os projetos em prática.

As indústrias que empregam engenheiros químicos nos Estados Unidos (2014):

  • Serviços de engenharia
  • Fabricação de produtos químicos de base
  • Pesquisa e desenvolvimento em física, engenharia e ciências da vida
  • Indústrias de produtos derivados de petróleo e carvão
  • Fabricação de resinas, borrachas sintéticas, fibras artificiais e filamentos sintéticos

Alguns engenheiros viajam frequentemente para plantas ou locais de trabalho, tanto no mercado interno e no exterior.

Maiores empregadores no Brasil

 

PROJEÇÕES DE EMPREGO

Segundo o Departamento do Trabalho dos Estados Unidos, a demanda por engenheiros químicos deve crescer em ritmo mais lento do que outras ocupações até 2024. A demanda por serviços de engenheiros químicos depende em grande parte da procura dos produtos de diversas indústrias transformadoras. A capacidade desses engenheiros para permanecer na vanguarda das novas tecnologias emergentes irá sustentar o crescimento do emprego.

Além disso, engenharia química está migrando para novos campos, como a nanotecnologia, energias alternativas e da biotecnologia, contribuindo assim para sustentar a demanda por serviços de engenharia em muitas indústrias de fabricação.

No entanto, o crescimento global do emprego vai ser temperado por uma diminuição do emprego em setores de fabricação, incluindo a fabricação de produtos químicos.

A necessidade de encontrar combustíveis alternativos para atender à crescente demanda de energia, mantendo a sustentabilidade ambiental continuará a exigir a perícia de engenheiros químicos nas indústrias de petróleo e relacionadas com o gás. Além disso, a integração das ciências químicas e biológicas e os rápidos avanços em inovação irá criar novas áreas da biotecnologia e em campos médicos e farmacêuticos onde eles possam atuar. Assim, aqueles com formação em biologia terão mais chances de obter um emprego. 

OPORTUNIDADES

Mercados de petróleo e petroquímica

Mercado energético – energias renováveis/biomassa

Farmácia

setores de pesquisa e inovação tecnológica

Área ambiental: tratamento de resíduos

Indústrias de tintas e espumas para automóveis

 

 

FONTES: Associação Brasileira da Indústria Química
Blog: http://engenharia-quimica.blogspot.com.br/

 

Salários de referência para profissionais Eng. Química, no Brasil, em 2015:

– Estagiário de Engenharia Química: R$ 1.076,29
– Assistente de Engenharia Química: R$ 1.996,19
– Engenheiro Químico Júnior: R$ 5.208,98
– Engenheiro Químico Pleno: R$ 6.420,61
– Engenheiro Químico Sênior: R$ 7.466,57
– Diretor de Engenharia Química: R$ 25.745,99