Estima-se que procura tenha crescimento de 16% em 2019.Foto: Pixabay.
Estima-se que procura tenha crescimento de 16% em 2019.Foto: Pixabay.

Estatísticas da Energy Trend indicam que a procura mundial por painéis solares irá superar os 120 GW antes do término de 2019. A previsão é que a procura mundial por painéis solares fotovoltaicos salte dos 11,9 GW no ano passado para 21,8 GW em 2019. A expectativa é que, em 2020, a procura atinja os 24 GW, o que equivale a um crescimento de mais de 10%.

O aumento é verificado, mesmo diante da diminuição de pedidos no terceiro trimestre do ano. Em termos globais espera-se que a procura por painéis solares para 2019 alcance valores de 125,5 GW, o que se traduz num crescimento de 16% sobre os 108,2 GW de 2018.

O aumento é influenciado pela China que, em 2018, cortou apoio para as energias renováveis, com a Nova Política 531, forçando os fabricantes do país a apostar no mercado estrangeiro. Com a entrada em vigor da Nova Política 531, as exportações de junho a dezembro de 2018 chegaram a 26,3 GW. Entre janeiro e maio de 2019, os valores chegaram a 28,5 GW, quase o dobro do ano passado (14,68 GW).

A Europa foi o principal destino nesse período e as exportações chinesas para os países europeus aumentaram mensalmente, com a eliminação das barreiras comerciais do Preço Mínimo de Importação.

Mercados

A energia solar fotovoltaica é dominada por cinco grandes mercados: China, Estados Unidos, Índia, Japão e Austrália. Além destes, têm surgido alguns sinais de reativação em países europeus, em função do Acordo de Paris, que consiste em contribuições pré-determinadas para o desenvolvimento da energia renovável por cada membro da Organização das Nações Unidas como meta para reduzir as emissões de carbono.

Regiões da América do Sul, Oriente Médio, África, entre outras emergentes, contam com pelo menos dois ou três países com mercados de escala superior a 1 GW. Além dos subsídios governamentais e apoio que cada país oferece aos consumidores, o custo final das instalações fotovoltaicas torna esse tipo de energia renovável mais uma alternativa para reduzir a escassez de energia e a contribuição para o aquecimento global.

Fonte: Portal Energia

Participe das conversas sobre o futuro. Deixe a sua opinião

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.