O que é uma tendência: transformações que impactam a sociedade

0
233
Tendências são transformações que impactam valores e hábitos da sociedade. foto: Pixabay
Tendências são transformações que impactam valores e hábitos da sociedade. foto: Pixabay

Carlos Plácido Teixeira
Radar do Futuro

Um dia, a sua filha diz que não pretende ter filhos. Que prefere ter a liberdade de viajar pelo mundo. E você descobre que não só ela, mas muita gente da mesma idade tem o mesmo desejo. No outro dia, você percebe que a temperatura de sua cidade já não é tão agradável como antigamente. Mais que isso, está cada vez mais quente. E, em consequência, as vendas de aparelhos de ar condicionado dispararam, assim como os preços. E que as pessoas buscam novos sistemas de fornecimento de eletricidade, como a energia solar porque a conta de luz está pela hora da morte.

Eis as tendências se formando no horizonte, diante dos nossos olhos. Elas são novidades excepcionais, inesperadas, que apontam para mudanças ao longo do tempo. O segmento da moda foi, durante muito tempo, o melhor exemplo do que seriam as tais mudanças que mobilizam indivíduos, grupos ou multidões. O jeans furado é a tendência do verão deste ano, diziam os estilistas. A cor azul, o corte de cabelo, o sapato de salto baixo. E, para a maioria de nós, a palavra se referia a um fenômeno de curto prazo associado à incorporação de novos hábitos pelas pessoas.

Mas é bem mais. Há, por assim dizer, diferentes definições de tendências, de acordo com o foco e o prazo em que identificamos as tais transformações geradas por mudanças sociais, econômicas, políticas, comportamentais, climáticas ou demográficas, entre outras variáveis. Imagine-se em um elevador panorâmico que sobe em um prédio de uns 300 andares.

Uma tendência é, então, processo emergente de mudança com poder suficiente para impactar grandes grupos sociais. As tendências são vivenciadas por todos e geralmente em mais ou menos os mesmos contextos, na medida em que criam parâmetros amplos para mudanças de atitudes, políticas e foco nos negócios por períodos de vários anos que geralmente têm alcance global.

Tipologias

Um personagem importante das microtendências é o coolhunter

A moda sinaliza microtendências, aquelas que enxergamos no nível das ruas. São as novidades identificadas em grupos de pessoas atravessando avenidas ou conversando, nos centros de consumo, nos eventos ou em bares. São comportamentos de curto prazo, abrangendo, no máximo, uma comunidade de, por exemplo, consumidores ou usuários de serviços. Podem incluir outros fenômenos, como a adoção de novos aparelhos como os smartphones ou expressões utilizadas nas conversas.

Quanto mais alto o andar de nosso prédio, enquanto subimos lentamente, maior a probabilidade de enxergarmos as macrotendências. Pense no impacto que a implantação da internet das coisas, a tecnologia que vai possibilitar a sua geladeira falar com o seu smartphone, vai gerar sobre os seus hábitos diários. Ou como a pandemia vai afetar as suas rotinas nos próximos anos. São respostas relativamente imediatas às inovações da humanidade, aos impactos das transformações.

As megatendências são as grandes forças do desenvolvimento social que provavelmente afetarão o futuro em todas as áreas nos próximos 10 a 15 anos. Megatendências também é definida como uma grande mudança social, econômica, política, ambiental ou tecnológica que demora a se formar. Uma vez implantadas, elas influenciam uma ampla gama de atividades, processos e percepções, tanto no governo quanto na sociedade, possivelmente por décadas. Eles são as forças internas que impulsionam as tendências.

Urbanização, envelhecimento da população, redução do tamanho das famílias, automação do trabalho, desemprego e mudanças ambientais são exemplos definidores da expressão. Que sinalizam um aspecto importante de que, normalmente, a maioria dos atores, organizações ou até nações não pode fazer muito para mudar as tendências.

Dicionário do futuro: confira a definição