Levantamento aponta as principais tendências para a área nos próximos cinco e dez anos. Foto por Kaboompics .com em <a href="https://www.pexels.com/photo/working-in-a-group-6224/" rel="nofollow">Pexels.com</a>
Levantamento aponta as principais tendências para a área nos próximos cinco e dez anos. Foto por Kaboompics .com em Pexels.com

A Cognizant, uma das empresas líderes mundiais em tecnologia e negócios, apresenta estudo que aponta as 21 profissões do futuro na área de marketing. A pesquisa faz parte de uma iniciativa da Cognizant, por meio do seu Centro para o Futuro do Trabalho, para identificar e analisar as principais tendências do mercado de trabalho e o impacto da tecnologia — principalmente da inteligência artificial (IA) — no futuro das profissões.

“Em 2009, ninguém imaginava a existência de influenciadores em redes sociais. Só isso já demonstra o quanto o mundo do marketing passa por mudanças constantes e velozes”, comenta Erica Yoshioka, Head de Marketing da Cognizant no Brasil. “O trabalho no marketing já foi mais simples: era só chamar a atenção das pessoas. Atualmente, já não é mais assim. As marcas agora utilizam algoritmos para prever o que oferecer para seus clientes, quando e como.”

Para o presidente da Cognizant no Brasil, João Lúcio de Azevedo Filho, a área de marketing está incrivelmente complexa. “Um passo em falso pode destruir uma reputação construída por anos. Por isso, o profissional de marketing de sucesso precisa ser ágil e capaz de se adaptar a dinâmicas de consumo que podem mudar num piscar de olhos.”

As 21 profissões do marketing no futuro

1. Algorithm Bias Auditor (Auditor de Viés Algorítmico)

Com o advento da inteligência artificial, esse profissional será responsável por monitorar cada elemento de IA utilizado em chatbots, desde desenvolvimento de produtos, análise de vendas, recrutamento e revisão de contratos para garantir que todos os algoritmos sejam usados de forma legal e alinhados com os valores da empresa. O candidato ideal para esse cargo deverá saber criar jornadas de consumo acessíveis e inclusivas.

2. Data Ethnographer (Etnógrafo de Dados)

O etnógrafo de dados não apenas analisa números, mas os utiliza para contar uma história sobre como os consumidores interagem com sua marca. É um papel essencial na era digital, por causa da enorme quantidade de dados coletados por meio de transações online, internet das coisas, wearables, dispositivos mobile e outros pontos de contato on-line e off-line. O profissional deve encontrar os dados corretos e extrair o melhor deles para melhorar a experiência do consumidor.

3. Purpose Planner (Planejador de Missão e Valores)

Esse profissional vai ajudar seus clientes a definir e articular suas contribuições para a sociedade e seus propósitos para consumidores e funcionários. Esse cargo exige total compreensão de ambientes corporativos e o uso de várias redes sociais para construir, manter, gerenciar e polir discursos empresariais em um mercado cada vez mais concorrido.

4. Neuro A/B Tester (Neurotestador A/B)

Quando as marcas conhecem seus clientes na vida real, por meio de campanhas experimentais ou sensoriais, é uma oportunidade de conseguir dados brutos sobre o que eles acham de seus produtos e serviços. O testador A/B deverá elaborar relatórios sobre a atividade cerebral de consumidores quando eles entram em contato com a marca durante campanhas físicas. Se você tem formação em neurociência e é apaixonado por experiência de consumo, então esse cargo é para você.

5. Loyalty Engineer (Engenheiro de Lealdade)

A engenharia de lealdade é um conjunto de habilidades no marketing que pensa nos clientes como parceiros de negócios. Os engenheiros de lealdade escutam e identificam as necessidades de clientes e utilizam esses insights para criar tutoriais on-line, eventos, oportunidades exclusivas e adaptações aos programas de fidelidade tradicionais. O candidato ideal para essa vaga deve conhecer os programas de fidelidade corporativos, marketing B2B e iniciativas de community marketing.

6. Mood & Empathy Manager (Gerente de Humor e Empatia)

A habilidade de criar o equilíbrio perfeito de emoções e causar a resposta certa de empatia dos consumidores é imprescindível para o marketing moderno. Os gerentes de humor e empatia têm papel importante em indústrias como a do varejo, em que a competição de preços e produtos se estagnou e as emoções constituem o próximo campo de batalha. Esse profissional deve analisar toda a situação de interação do cliente com a marca, qualificar as emoções envolvidas e propor estratégias para atingir a experiência ideal.

7. Personal Feedback & Appraisal Designer (Designer de Feedback e Avaliações)

Os clientes ficam engajados por mais tempo quando têm acesso a experiências personalizadas. O problema é que as empresas interagem com milhões de clientes e possíveis leads por meio de centenas de canais. Por isso, é necessário um profissional para desenvolver e automatizar o feedback, e mecanismos de loop na jornada de consumo da marca. O designer de feedback pessoal vai criar, testar e ajustar os mecanismos de IA que captam os feedbacks do cliente, e os converter em melhorias na jornada de consumo.

8. Interbrand Marketer (Analista de Marketing Entre Marcas)

Na última década, muitas empresas passaram a oferecer plataformas de vendas por meio de IA e algoritmos que levam os consumidores a produtos e serviços de terceiros. Com isso, os consumidores não precisam mais pensar no que gostariam de comprar ou fazer porque as máquinas já fazem todo o trabalho operacional. Esse profissional será responsável por catalisar as relações entre empresas e marcas em expansão.

9. Sixth Sense Analyst (Analista de Sexto Sentido)

Você é capaz de prever uma tendência que pode inspirar nossa próxima campanha de vendas? Em caso positivo, seu trabalho será auxiliar a área de desenvolvimento de produtos e serviços que vai definir e estender o relacionamento com a mídia e influenciadores. O analista de sexto sentido deve conhecer e ter acesso a uma vasta rede de influenciadores dos mercados de seus clientes, de modo que garanta a credibilidade dessa próxima tendência.

10. Machine Personality Designer (Designer de Personalidade de Máquinas)

Você gosta de pessoas e de máquinas? Então, esse é o trabalho certo para você. Como designer de personalidade de máquina, você vai dar voz e personalidade a produtos e serviços digitais por meio da conciliação das necessidades de seus clientes com a experiência ideal. O candidato deve ter intuição afiada, paixão por trabalhar com pessoas e conhecimentos em cultura, etnografia, sociologia e branding.

11. Simulation Assistant (Assistente de Simulação)

O que acha de ajudar seus clientes a tomar as melhores decisões? O gerenciamento de expectativas e a divulgação dos benefícios de longo prazo de um relacionamento com o consumidor são recursos de marketing poderosos quando utilizados corretamente por meio de simulações. Assim, o assistente de simulação será responsável por coletar e apresentar previsões para modelar futuros cenários de uso para os serviços e produtos oferecidos.

12. Customer Wellbeing Specialist (Especialista em Bem-Estar)

Você gosta de saúde, práticas esportivas e nutrição? É a hora de usar esse conhecimento. Os especialistas em bem-estar complementam nossos produtos e serviços com expertise sobre como fazer escolhas mais saudáveis ao criar momentos personalizados na hora certa da jornada do consumidor. O profissional ideal deverá ter conhecimentos em nutrição, educação física, saúde mental e vida saudável.

13. Subscription Strategist (Planejador de Assinaturas)

De músicas a carros, os hábitos de consumo migram cada vez mais para um sistema de assinaturas. É por isso que os times de marketing precisarão de um planejador de assinaturas. Esse profissional será responsável por criar um framework de assinaturas conectadas para conquistar a lealdade dos clientes e estabelecer um canal direto de vendas. Sua principal função será analisar todas as situações em que o cliente tem contato com a marca, qualificar suas emoções e propor uma estratégia que permita atender às necessidades observadas.

14. Haptic Planner (Planejador Tátil)

O peso e a textura corretos podem transformar um aparelho barato em um item de luxo, além de enriquecer a experiência do cliente. Com novos materiais e a habilidade de programar texturas responsivas, surge a oportunidade de usar superfícies táteis para criar desejo ou interesse pelo toque. O planejador tátil deverá encontrar texturas, materiais e vibrações que estimulem o tato e se conectem ao público. Esse profissional será responsável por repassar para os times de criação e engenharia informações com os resultados esperados e as ações subsequentes para criar uma experiência tátil.

15. Science Liaision/Bio-Marketing Specialist (Especialista em Biomarketing)

Você ama ciência e marketing? Então por que não investir na carreira de especialista em biomarketing? Os dados biométricos oferecem insights valiosos sobre nossos clientes, que podem ser utilizados para feedbacks imediatos ou armazenar conhecimento para análise posterior. Como especialista em biomarketing, é seu papel encontrar oportunidades para aproximar os consumidores das marcas. Você será capaz de identificar oportunidades para agregar valor aos esforços de marketing na construção da jornada do consumidor.

16. Machine & People Ethics Manager (Gerente de Ética para Pessoas e Robôs)

A habilidade de construir uma marca forte e vendê-la com eficiência depende de como os colaboradores — e as máquinas inteligentes com as quais os clientes interagem — transmitem os valores de sua empresa. Por isso, é necessário um funcionário do time de marketing especializado em garantir que todos na empresa sigam seus valores corporativos. Como gerente de ética para pessoas e robôs, você deverá analisar os dados de cada departamento para entender o que colaboradores e máquinas pensam dos valores da companhia e como isso é posto em prática.

17. Micro-Interaction Marketing Specialist (Especialista em Marketing de Microinterações)

As microinterações acontecem a qualquer hora em qualquer lugar, e podem fortalecer as mensagens da marca e diferenciar relações entre os consumidores. Por isso, precisamos entender esse fenômeno e aprender a catalisá-lo. O especialista em marketing de microinterações deverá mapear todas as regras e todos os feedbacks para encontrar oportunidades que possam influenciar uma decisão ou percepção. Trabalhando nessa área, você será responsável por dissecar cada momento, a fim de descobrir caminhos para conquistar a fidelidade do consumidor.

18. Head of Bot Creative (Diretor de Robôs Criativos)

Você está pronto para comandar um exército de robôs com o toque de um botão? Em pouco tempo, boa parte do marketing criativo será realizada por uma força-tarefa de robôs. Enquanto economiza tempo e reduz erros humanos, essa abordagem racional significa que as campanhas de marketing podem ficar insípidas. O diretor de bots criativos precisa garantir que eles criem experiências atraentes e autênticas, que possam se conectar aos clientes em um nível emocional.

19. In-World Marketing Architect (Arquiteto de Marketing Virtual)

Realidade virtual, realidade aumentada, videogames e filmes impactam nossas vidas diariamente. Assim, ignorar as oportunidades de marketing dessa área significa perder dinheiro. Como arquiteto de marketing virtual, você deverá entender as motivações, os desejos e a jornada dos consumidores no espaço virtual, bem como identificar as oportunidades mais naturais e atraentes para influenciar os clientes. O candidato ideal deve ter experiência em publicidade, design de interiores, arquitetura ou produção de eventos, além de conhecer as principais tendências de AR e VR.

20. Object Persuasion Manager (Gerente de Persuasão)

No mundo conectado dos smart devices, não serão mais as pessoas fazendo recomendações para seus amigos, mas sim uma combinação de pessoas e algoritmos orientados por IA e machine learning. A disputa por espaço nos buscadores ficará cada vez mais acirrada, e para isso precisaremos de um profissional que ajude uma máquina a vender. O cargo de gerente de persuasão requer uma pessoa de extenso conhecimento em marketing, capaz de construir recomendações automatizadas do zero e persuadir os buscadores a considerar seus produtos e serviços em lugar dos concorrentes.

21. Master Storyteller (Especialista em Storytelling)

Boas histórias vendem, e é preciso um bom contador de histórias para unificar as mensagens presentes em milhares de pontos de contato com clientes ao redor do mundo. O especialista em storytelling vai organizar os conteúdos gerados automaticamente nas nossas mídias e garantir que não haja cacofonia entre vozes e ações automatizadas. Esse profissional usará a lógica humana no fluxo de comunicações geradas por máquinas para ajustar e alterar as mensagens com o objetivo de manter a autenticidade e consistência da marca.


Fonte: Cognizant

Participe das conversas sobre o futuro. Deixe a sua opinião

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.