A tecnologia tem o poder. Confira as tendências que impactam o futuro

0
189
man in yellow protective suit
Não existem soluções mágicas para o futuro. Os tempos de são de incertezas. Confira as tendências que vão impactar o nosso futuro.

Bom dia

O Twitter, o Facebook e outras redes sociais agiram de forma correta ao banir o futuro ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, das suas plataformas? Sei não, aliás, tenho até opinião formada, mas considero que talvez esta não seja a melhor pergunta a ser feita sobre o tema que, como sempre, divide opiniões apaixonadas, mesmo entre pessoas do mesmo time político. A melhor pergunta a se fazer, pelo menos por quem está preocupado com o futuro, é sobre quais serão os impactos deste excesso de força das empresas de tecnologia.

Nem a série Law & Order teria mais sido rápida para registrar um crime, julgar e condenar como ocorreu logo após a invasão do Capitólio pelos apoiadores do governante. As redes simplesmente bloquearam um presidente em exercício, no país mais poderoso econômica e belicamente do planeta. Na prática, à direita e à esquerda das relações políticas, a avaliação é de que houve um exercício excessivo de poder. E mesmo algumas pessoas da esquerda, diametralmente opositores de Trump, dos republicanos e dos democratas, enfim, do poderio dos Estados Unidos, rejeitaram o expurgo imediato.

Mais importante do que discutir a questão com foco no momento, é urgente entender que foi mais um exemplo de demonstração de força das empresas de tecnologia. Um poder ascendente em todos os campos, do econômico ao político, social e cultural. O episódio Trump é apenas mais uma iniciativa de representantes de um país que costuma desrespeitar direitos alheios. Há milhares de exemplos diários. “Aos amigos, tudo, aos inimigos, a lei”, frase atribuída a Maquiavel, mas de autoria incerta, já é o lema que comanda o poderio dos bilionários e dos profissionais que gerenciam as principais empresas tecnológicas e as redes sociais.

Impactos

Deixadas por si mesmas, as coisas caminham de mal para pior. E as redes sociais exercerão sua força de promoção ou destruição de reputações, projetos, produtos e empresas. Impõem conceitos e crenças. Há a perspectiva de crescimento de poder econômico e de influência, o que exigirá uma redefinição de papeis e responsabilidades perante a sociedade. Algo que não virá diretamente do Vale do Silício, claro. Hoje, mais de 80% das 4,4 bilhões de pessoas com acesso à internet no planeta são usuárias de plataformas como Facebook, Instagram e WhatsApp.

“… Vamos expandir o neocórtex do cérebro e ficar mais parecidos com Deus.

Ray Kurzweil, diretor de engenharia do Google

Insights

Como sobreviver em tempos de crise

Faça meditação, recorra a um psicólogo. Aprenda a olhar o por do sol. Curta as coisas belas da natureza. Relaxe, pois em 2021 devemos continuar dominando nossas angústias, tanto as existenciais como aquelas do cotidiano. Urge compreender que as soluções para o combate ao Covid-19 e suas variações não virão na velocidade que consideramos ideal. Radar do Futuro

Passaporte sanitário

Ainda sem saber se poderão voltar a fazer longas viagens internacionais, os cidadãos do mundo podem se preparar para a necessidade de retomar a vida com passaportes adicionais de vacinas. Na área de tecnologia, há uma corrida para construir sistemas que mostrem as cadernetas virtuais de imunização. MIT Technology Review

Monitoramento de humanos

Internet do comportamento é uma das principais apostas da área de tecnologia em 2021. Expressão relativamente nova no jargão da área, a Internet of Behavior (IoB) é o processo de coleta e uso de dados para realizar o monitoramento de pessoas e grupos de pessoas, seja para a realização de estudos ou para influenciar indivíduos ou grupos demográficos

Inovações

Reconhecimento facial

O Departamento de Segurança Interna dos Estados Unidos testou a tecnologia de reconhecimento facial que, segundo ele, pode identificar com precisão passageiros mascarados em 96% das vezes. Os esforços para melhorar a tecnologia de reconhecimento facial aumentaram para proteger os viajantes de ter que remover suas máscaras em público. Business Insider

Leite de laboratório

A alimentação produzida em laboratório avança neste início de década. Agora, a startup israelense Remilk tem o objetivo produzir produtos lácteos sem animais criando proteínas lácteas idênticas por meio da fermentação microbiana. O novo método patenteado pela empresa pode permitir, pela primeira vez na história, a substituição econômica de vacas para a produção de proteína láctea em escala industrial, sem comprometer o sabor, a funcionalidade ou o valor nutricional. Remilk

Digitalização da burocracia

Os cartórios brasileiros já podem autenticar documentos por meio eletrônico. O novo serviço possibilitará a certificação de cópias de forma online pelo site. A novidade serve para complementar a digitalização de outros serviços que já estavam sendo prestados na plataforma de atos notoriais eletrônicos chamada e-Notoriado.

Em 2021

Quatro pontos essenciais para crescer

O ano de 2021 será um ano ainda com muitos desafios para o mercado de maneira geral. Mesmo quando houver vacina, vamos continuar com muitas restrições e seguiremos com baixa interação física. Radar do Futuro

Setores & profissões

A revolução na cultura do consumo pós-covid

Hoje o supermercadista sabe mais do que nunca da importância de atender o consumidor em cada momento de compra. Radar do Futuro

Evento

A feira de tecnologia Consumer Electronics Show (CES 2021) será realizada integralmente neste ano pela internet, reunindo os grandes fabricantes de eletrônicos. O evento recebe cerca de 1800 expositores, bem menos que a versão presencial de 2020, que teve 4.500 empresas participantes.

Futuristas em destaque

Rosa Alegria

A brasileira Rosa Alegria se distingue entre futuristas brasileiros pela visão crítica, sistêmica e humanista. Foi pioneira ao se tornar futurista profissional há mais de 20 anos. Consultora de planejamento prospectivo e palestrante pelo mundo, hoje está entre as especialistas mais reconhecidas da América Latina.

site: https://www.rosaalegria.com.br/

Leituras para entender o mundo

Minha sugestão da semana é o livro “A república das milícias – dos esquadrões da morte à era bolsonaro“. Ao apresentar a história sobre como o poder paralelo avança no Rio de Janeiro, o autor, Bruno Paes Manso, faz um alerta importante sobre a necessidade de de uma intervenção, antes que o modelo se alastre pelo país.

Participe das conversas sobre o futuro. Deixe a sua opinião

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.