Tendências da propaganda e do marketing na próxima década

0
535
Para alcançar o público alvo, a tecnologia pode ser explorada de muitas outras maneiras também, como por exemplo, com a realidade aumentada (AR) e realidade virtual (VR). Imagem: Pixabay
Para alcançar o público alvo, a tecnologia pode ser explorada de muitas outras maneiras também, como por exemplo, com a realidade aumentada (AR) e realidade virtual (VR). Imagem: Pixabay

*Por Celso Vergeiro

O mundo muda o tempo todo, não só em função das novas tecnologias inseridas na sociedade, mas também por conta das transformações no comportamento das pessoas. As novas gerações esperam mais comprometimento com a sociedade, um relacionamento mais transparente com as empresas e muito mais personalização. Por isso, é fundamental que as organizações se atualizem para atender as expectativas desses novos consumidores.

Uma pesquisa recente realizada pelo Instituto Ipsos, terceira maior empresa de pesquisa e de inteligência de mercado do mundo, apontou que sete em cada dez brasileiros esperam que marcas invistam mais em causas, além de acreditar que elas vêm contribuindo muito mais para a sociedade do que no passado. Ou seja, não é mais aceitável que só se preocupem com a solução estão oferecendo, mas também que tenham um objetivo de existência que case com o propósito de vida das pessoas. Isso com certeza contará pontos na hora da escolha.

O que nos leva a outra preocupação, a relação com o meio ambiente. Por conta da falta de preservação, o mundo tem sofrido consequências e todos tentam fazer “a sua parte” para que essa situação não chegue a níveis catastróficos. Neste contexto, as pessoas entendem que uma companhia grande tem mais voz e, principalmente, mais recursos para fazer isso de forma mais ampla. Sendo assim, uma empresa que se preocupa com a natureza com certeza terá objetivos em comum com todas as gerações.

Segundo dados de um levantamento realizado pela Globalwebindex, empresa de pesquisa de mercado, 61% dos Millennials (22 a 35 anos) concordam em pagar mais por um produto eco-friendly, seguidos por 55% da Geração X (36 a 54 anos) e 46% dos Baby Boomers (55 a 64 anos). Tais informações confirmam que as preocupações dos consumidores vão muito além de preço. Eles prezam por uma experiência completa que os façam ter a consciência tranquila sobre como estão sendo fabricados os produtos que estão consumindo.

Mas, como saber que essas são as melhores escolhas para a sua marca? Atualmente, a publicidade já pode contar com tecnologias aliadas para auxiliar nesses processos como big data, realidade aumentada, IA, entre outros. Os dados, por exemplo, são cada vez mais imprescindíveis para planejar uma estratégia de comunicação mais assertiva. Com eles, é possível atender cada cliente de maneira mais personalizada, oferecendo aquilo que irá resolver a sua “dor”.

É claro, que é preciso respeitar os limites para que essa tentativa de resolução de um problema, não se torne invasão de privacidade. E é aí que entra a inteligência artificial, é ela quem vai direcionar o que o seu público precisa, no momento que ele precisa e qual a maneira ele gosta de ser abordado. Dessa maneira a sua marca entregará uma solução sem ser inconveniente.

Para alcançar o público alvo, a tecnologia pode ser explorada de muitas outras maneiras também, como por exemplo, com a realidade aumentada (AR) e realidade virtual (VR). Com elas, as empresas podem melhorar ainda mais a experiência dos seus clientes enquanto eles realizam suas compras, já que é possível projetar objetos em ambiente físico real, como o efeito de uma maquiagem quando aplicada no rosto, uma tinta aplicada em uma parede, um carro na garagem, entre outros.

É o que confirma um relatório do Gartner Group, empresa de consultoria e pesquisas com foco em tecnologia, que apontou que mais 100 milhões de consumidores vão realizar compras em lojas virtuais a partir de visualizações dos produtos em diferentes configurações por meio da AR.

Em linhas gerais, este é só o começo das transformações que o segmento irá sofrer, até porque, com tanta tecnologia as mudanças acontecem cada vez mais rápido. Porém, já podemos notar que é preciso que as marcas fiquem atentas a tudo que está a sua volta para não perder nenhuma oportunidade.


  • Celso Vergeiro é CEO da Adstream, maior plataforma de armazenamento e distribuição de conteúdo publicitário do mundo

Participe das conversas sobre o futuro. Deixe a sua opinião

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.