É interessante se aproximar cada vez mais das startups em geral, e principalmente de legaltechs para oferecer uma celeridade em processos internos de um escritório de advocacia ou até mesmo em um departamento jurídico de uma empresa tradicional. - imagem pixabay
É interessante se aproximar cada vez mais das startups em geral, e principalmente de legaltechs para oferecer uma celeridade em processos internos de um escritório de advocacia ou até mesmo em um departamento jurídico de uma empresa tradicional. – imagem pixabay

* Arthur Braga Nascimento

Os mercados mais tradicionais do mundo vêm passando por grandes mudanças em função da chegada de novas tecnologias e startups, que levam na sua essência novas metodologias que agregam valor na agilidade de entregas e até na forma de pensar no negócio; com o mercado jurídico não é diferente.

O advogado sempre foi visto como uma figura mais tradicional, “quadrada” e estritamente técnico; além disso, esta figura é referência para situações em resolver apenas problemas. Todavia, esse formato vem sendo modificado com os tempos, e principalmente no Brasil, é como o BNZ Advogados, hoje referência no mercado de startups e investidores na área jurídica, comenta a respeito.

O referido escritorio criou um braço interno do BNZ tradicional, com mais de 30 anos e 150 advogados, sendo totalmente focado em atender empreendedores e com até mesmo uma moeda própria para atuação jurídica, sendo relevado o valor por serviço em um formato pré-pago. Este modelo fez com que o BNZ se transformasse e modificasse sua cultura com o tempo, considerando que a maior parte dos clientes são empreendedores e, assim, os advogados precisam ter uma metodologia de atuação diferenciada com esses clientes dinâmicos. O posicionamento da marca é relevante também, considerando que a aposta é acreditar no crescimento de seus clientes e ter maior facilidade em receber os investimentos, considerando que a startup já tenha uma governança.

Assim, vemos como exemplo que o escritório de advocacia vem se preparando com as mudanças das novas tecnologias e é interessante se aproximar cada vez mais das startups em geral, e principalmente de legaltechs para oferecer uma celeridade em processos internos de um escritório de advocacia ou até mesmo em um departamento jurídico de uma empresa tradicional.

Toda esta inovação que vem surgindo não vem roubar o mercado do advogado tradicional, mas “grande parte” é para ser um instrumento ou uma ferramenta de uso diário do profissional para que não perca mais tempo com trabalhos apenas manuais sem o uso de sua capacidade intelectual. Desta forma, os advogados e até mesmo estagiários terão mais tempo de sobra para focar em assuntos relevantes do que em trabalhos de massa. Podemos concluir que o advogado em geral precisa se preparar cada vez mais às novas tendências da tecnologia, até mesmo aplicadas ao direito, podendo garantir a maior segurança do seu cliente, e mudar a cultura nacional de que o advogado é uma figura para resolver problemas, mas sim alguém relevante para o seu negócio que irá te ajudar a construir a governança necessária e evitar problemas no futuro.


  • Arthur Braga Nascimento, sócio do BNZ, coordenador do BNZ Innovation. Presidente da Comissão de Startups da OAB/SP. Coordenador do Legal Talks IBMEC/SP.

Sobre BZN Innovation

Escritório de advocacia especializado em startups que possui três braços de atuação – BNZ Startup, criado para desburocratizar o ecossistema e auxiliar as startups em estágio inicial em relação aos serviços jurídicos. A empresa também desenvolveu uma moeda própria por meio de um sistema pré-pago, dessa forma, os empreendedores podem investir nos serviços jurídicos que melhor atendem suas necessidades e efetuar o pagamento com as moedas BNZs, podendo parcelar o pacote em até 10 vezes, considerando que o valor dos serviços chega a ser de 10 a 12 vezes mais acessível quando comparado com os concorrentes. -BNZ Ventures, voltado para empresas que querem comprar ou investirem em startup e projetos de inovação, já com pacotes fechados. E o BNZ Global, para atender Startups que estão fora do Brasil, com estrutura em Nova York e Miami.

Participe das conversas sobre o futuro. Deixe a sua opinião

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.