O futuro da educação não está distante

370

Os desafios e o discurso, agora, são outros. Para quem não entendeu ainda, o futuro da educação já chegou!

Photo of girl watching through imac
mulher vê professora em aula pelo computador. Futuro da educação
Photo by Julia M Cameron on Pexels.com

Antônio Carbonari Netto *

Há muitos anos usamos a expressão educação à distância para definir um método de educação que foge dos modelos convencionais, ou seja, a educação presencial, tal como a conhecemos por décadas.

Porém, atualmente, com o avanço das tecnologias, a denominação mais adequada para esse tipo de ensino é “educação online ou conectada”. Isso quer dizer que, futuramente, vamos ouvir falar muito mais sobre a aprendizagem, seja individual ou assistida, e não mais sobre o ensino, onde, no modelo presencial, o professor falava e o aluno ouvia. Os desafios e o discurso, agora, são outros. Para quem não entendeu ainda, o futuro já chegou!

Os recursos tecnológicos já estão ao nosso alcance. Para os alunos, essa nova realidade só facilitou. O ensino online representa maior disponibilidade e flexibilidade, principalmente para quem precisa conciliar estudo e trabalho. Já para os professores, os desafios são maiores. Tanto as novas tecnologias quanto as metodologias do ensino conectado requerem que o profissional de ensino saia da zona de conforto e acompanhe essa evolução. O ensino online é um caminho sem volta! A pandemia só acelerou o processo. O futuro, portanto, não será só dos professores tradicionais.

Para se consolidar nesse novo mercado, o profissional de ensino terá de se modernizar, saber tirar partido das tecnologias disponíveis e, principalmente, reconhecer que não são mais os únicos agentes do processo de aprendizagem. Todo processo de aprendizagem deve incluir a interação social e a mediação. Quando o professor atua nesta perspectiva, ele não é visto apenas como um transmissor de conhecimentos, mas como um mediador, isto é, alguém capaz de articular as experiências dos alunos, levando-os a refletir sobre seu entorno. Isso faz com que ele assuma um papel muito mais humano em sua prática docente.

Os alunos brasileiros sempre foram orientados para a busca de profissões e não de ocupações profissionais. Mas, hoje em dia, eles se preocupam em obter formação mais rápida, para atender às necessidades dinâmicas do mercado.

Os cursos voltados para a área de saúde são exemplos. Não apenas porque a pandemia da Covid-19 apontou essa necessidade. O mercado de trabalho mudou muito nos últimos anos e surgiram novas ocupações. No setor da saúde, um profissional com domínio clínico e que entende também de gestão acaba se destacando mais. Atualmente, cabe a este profissional municiar o seu time com soluções e tecnologias que garantam a efetividade clínica, a agilidade no atendimento e a segurança do paciente.

Vale considerar que muitas das velhas profissões só se sustentam por questões corporativas e sindicais. Ninguém vai buscar uma formação superior para alcançar um mercado no futuro que não seja previsível. Todavia, hoje temos ocupações diferentes, com foco maior na tecnologia e na diversidade, o que abre um leque muito maior de possibilidades.

  • Antônio Carbonari Netto, professor, reitor e ex-conselheiro do Conselho Nacional de Educação (CNE), fundador do grupo Anhanguera e da MUST University.  

Sobre a MUST University

Fundada em 2017, a MUST University é uma universidade americana que oferece educação acessível para inclusão e ascensão social de seus alunos, com valores que incluem a aprendizagem inspiradora, ampliação de perspectivas e melhoria de vidas. Com programas de Mestrado 100% online, a instituição oferece a possibilidade de o aluno escolher o idioma que deseja realizar o curso. Entre as línguas disponíveis estão inglês, português ou espanhol. As aulas de caráter dinâmico são ministradas por meio de e-books interativos, apresentação de vídeos, atividades de pesquisa, entre outros materiais guiados por docentes capacitados para acompanhar e consolidar a aprendizagem do aluno. 

Mais informações: https://mustedu.com/ 

Participe das conversas sobre o futuro. Deixe a sua opinião

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.