Drones trazem novas perspectivas aos projetos arquitetônicos

0
782

Voos permitem panoramas 360 de uma área.
Voos permitem panoramas 360 de uma área.

As tecnologias novas e em evolução tornam-se importantes aliadas da arquitetura moderna. Prova disso é o programa interno de drones da empresa canadense Perkins e Wil, que utiliza veículos aéreos não tripulados que auxiliam desde a compreensão das condições do site em tempo real até a análise das métricas de desempenho pós ocupação.

Os pilotos licenciados oferecem suporte em diversos aspectos: análise de locais aéreos, documentação das condições existentes do site, marketing, fotogrametria, vídeos, panoramas 360 e ambientes ambientais para visualizações de realidade virtual.

Os drones internos oferecem condições necessárias para que as equipes de marketing possam adaptar rapidamente as imagens e criar vídeos promocionais de alta qualidade para campanhas, conferindo maior versatilidade ao trabalho dos profissionais envolvidos. Os voos dos drones conseguem capturar ângulos internos e externos de um projeto e permitem visualizações de 360 graus.

O trabalho conjunto de designers e pilotos nas fases iniciais de um projeto traz a possibilidade de conceituar e desenvolver um esquema. A geometria pode ser desenvolvida pelo processo de fotogrametria que trabalha as imagens dos drones, criando mapas que são uma representação fotográfica precisa e detalhada de uma área.

A criação de um mapa pode ser feita em alguns minutos e traduz as condições em tempo real no estudo do conceito. Sem a utilização dos drones, o processo desenvolvimento de um mapa poderia levar horas ou dias. As equipes também conseguem capturar vários pontos de vista para terraços ou níveis de mezanino e oferecer aos clientes visões precisas em 3D.

Desde agosto de 2016, a Federal Aviation Administration (FAA) determinou que todos os pilotos de drones comerciais sejam obrigados a passar no Teste de Conhecimento Aeronáutico para se tornarem um piloto de drones licenciado.

Participe das conversas sobre o futuro. Deixe a sua opinião

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.