Boletim Radar do Futuro: prudência e caldo de galinha não fazem mal

0
340
Metade das praias do mundo pode desaparecer até o final do século devido ao aumento do nível do mar e à erosão costeira, de acordo com novo estudo liderado pelo Centro Comum de Pesquisa da Comissão Europeia (JRC). Foto: Paulo Duarte - Pixabay
Metade das praias do mundo pode desaparecer até o final do século devido ao aumento do nível do mar e à erosão costeira, de acordo com novo estudo liderado pelo Centro Comum de Pesquisa da Comissão Europeia (JRC).

VISÃO PROSPECTIVA

Como se antecipar ao futuro na pós-pandemia

Seja paciente. Fique atento aos sinais e olhe para os dois lados ao atravessar as ruas. São os conselhos para quem imagina que as coisas voltam a ser como antes nos tempos pós-pandêmicos, após a liberação geral da saída de casa. Precisamos de inteligência estratégica e visão de futuro neste momento, para não cair em desilusão ou erro adiante. Para tomar decisões certas e rever o que você pode ou deve fazer com sua atividade empresarial ou profissão siga as sugestões da sabedoria oriental para avaliar os resultados da última pesquisa da Confederação das Indústrias (CNI).

O levantamento da entidade mostra que realmente não vai valer a pena sair correndo tão logo as medidas restritivas de movimentação sejam eliminadas. Prepare-se. Inclusive quem saiu às ruas reivindicando a abertura imediata do comércio. Vale saber que três em cada quatro consumidores vão manter a redução no consumo pós-pandemia. E 86% apoiam o isolamento. A perda total ou em parte da renda mensal já atingiu 40% dos brasileiros e 77% dos que estão no mercado de trabalho têm medo de perder o emprego. E apenas 30% imaginam que o mundo será como antes.

INSIGHTS

A hora das tecnologias de voz

A adoção de recursos tecnológicos que dispensem o toque em aparelhos será acelerada no curtíssimo prazo. Será o mesmo efeito de antecipação ocorrido com a pandemia do coronavírus. Como a adoção de teleconferências, por exemplo. Projetos que utilizem comandos de voz e sistemas baseados em aproximação tendem a ser acelerados por empresas que lidam com público externo, especialmente no comércio e sistema financeiro.

Desemprego e concorrência entre startups

Demissões crescentes startups consideradas como unicórnios, as empresas inovadoras bilionárias, levam profissionais de Tecnologia da Informação a buscar alternativas de trabalho em empresas tradicionais. A médio prazo, com a falta de depressão econômica prevista para o curto e médio prazos, a concorrência das startups crescerá com a entrada dos antigos funcionários, em busca de sobrevivência.

INDICADORES

O Brasil precisará de décadas para reconstruir a sua ciência após cortes, avaliam pesquisadores. Fonte: Zero Hora

100% dos destinos globais continuam a ter restrições de viagens e 72% fecharam completamente suas fronteiras ao Turismo internacional. Fonte: Organização Mundial de Turismo

Em 2018, o gasto global com conferências presenciais foi de US$ 1 trilhão. 82% do tráfego da internet será dedicado ao vídeo até 2022

SINAIS EXPONENCIAIS

Europa lança formatos digitais de semanas da moda

Limitados pela pandemia, dois importantes polos de moda se preparam para colocar em evidência as coleções com a realização de semanas digitais de moda.  Primeiro, em Londres, no dia 12 de junho. Os organizadores do Conselho Britânico de Moda já estão buscando adaptações para a construção de uma vitrine global para o futuro. As apresentações incluirão vídeos fotos e podcasts, entre outros recursos. O segundo evento será promovido pela Câmara Nacional da Moda Italiana, entre os dias 14 e 17 de julho.

Os Estados Unidos ainda estão mantendo o calendário de eventos previstos para setembro.

A popularização dos deepfakes começou

Muito mais rápido do que se imagina, as deepfakes, recurso de inteligência artificial que possibilita a manipulação de vídeos pessoais, pode ganhar popularidade. Com a evolução aprendizado de máquina, o Avatarify, desembarca na internet como um sistema que, diferente de outros geradores não precisa ser treinado com a imagem alvo e pode funcionar em tempo real, se o PC tiver uma GPU poderosa o suficiente.

A popularização de ferramentas pode ter seu lado positivo. Em resumo, aumentar a descrença na veracidade de futuros vídeos de personalidades e autoridades.

FUTURISTAS

Ross Dawson

Bons exemplos de “destravamento”: Como o COVID-19 está revertendo economias de escala
A tecnologia já estava empurrando os mercados de massa e a produção para se tornarem mais personalizados e distribuídos e o novo coronavírus está acelerando a mudança.
Fonte: Twitter

LEITURAS 

O filósofo e ativista italiano Franco “Bifo” Berardirepassa as vanguardas do século XX para mostrar como o futuro, até os anos 1970, era visto com esperança e confiança. O progresso como uma linha evolutiva para um mundo melhor, com mais conhecimento e tecnologia, se mostrou uma fantasia. Ao invés de promissor e brilhante, o porvir que aguarda as novas gerações nascidas em berço digital, precarizadas e altamente conectadas, é incerto e amedrontador.

 

[mc4wp_form id=”1416″]

Assine a newsletter

* Obrigatório