Perguntamos para os consultores quais das profissões que existem hoje entram e saem de cena no futuro. Confira o voto dos futurólogos.

• Sobe

PROFESSOR DE MANDARIM

Com a China se assumindo como a segunda maior economia do planeta, não tenha dúvidas que, pelo menos no mundo dos negócios, o mandarim vai se tornar palavra de ordem – e os falantes da lingua podem se dar bem nessa.

MASSAGISTA

Em meio à vida cada vez mais caótica nas cidades, ainda não foi encontrado o robô que saiba fazer uma boa massagem. “Não à toa, hoje vivemos um boom de terapeutas e massagistas”, diz o consultor Michael Robinson do site Career Planning.

ENFERMEIRAS

Com o envelhecimento populacional e aumento da expectativa de vida, o serviços de enfermagem em domicílio têm crescido imensamente nas cidade e continuarão em alta nos próximos anos.

• Desce

CAIXA DE BANCO

Com o dinheiro cada vez mais eletrônico e processos automatizados mesmo para procedimentos de reconhecimento, como identificação biométrica, vai ser cada vez mais difícil encontrar caixas nos guichês.

ATENDENTES DE TELEMARKETING

O atendimento via máquinas que imitam um atendente simpático já faz parte da realidade. Por meio de inteligência artificial, os robôs saberão identificar os problemas e propor soluções, colocando fim ao serviços de atendentes.

METALÚRGICOS

Os que não forem substituídos pela atividade robótica provavelmente estarão localizados em países de mão de obra barata como hoje já acontece com Índia e China. No futuro, talvez a bola da vez seja o Vietnã.

RECEPCIONISTAS

Algumas empresas, como a Microsoft, já estudam a instalação de recepcionistas virtuais na entrada dos seus edifícios. “Ao automatizar a rotina, nós humanizamos as pessoas e deixamos que as máquinas façam o que cabe a elas”, diz o futurólogo lan Pearson.

 

Participe das conversas sobre o futuro. Deixe a sua opinião

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.