O que vem por aí: 5 tendências e outras forças que mudam o mundo

2
84
Em 1º de junho de 2020, o luxuoso hotel de Los Angeles The London West Hollywood em Beverly Hills lançou os escritórios no The London West Hollywood, convertendo uma variedade de quartos do hotel em escritórios privados.

Carlos Plácido Teixeira
Jornalista I Radar do Futuro

Em tempos de estresse elevado ao extremo, equipamentos vestíveis, os wearables, estão se transformando em recursos de controle de humor de alta tecnologia, para ajudar os usuários a controlar o desgaste com o ambiente incerto e o bem-estar. Outrora um incentivo para fazer os usuários se mexerem, os dispositivos de tecnologia de saúde mais recentes querem ajudar os usuários a desacelerar, integrando medição emocional e ferramentas de gerenciamento do controle mental para uma abordagem mais holística da saúde.

No final de agosto, a Amazon anunciou planos para seu primeiro rastreador de fitness. Um dos principais recursos é a análise emocional usando tecnologia de reconhecimento de voz; o dispositivo capta o tom, a intensidade, o ritmo e o andamento da voz do usuário e, em seguida, os categoriza em estados emocionais e sinaliza “momentos notáveis” ao longo do dia. Alguns dos estados emocionais identificados incluem esperançoso, exultante, hesitante, entediado, apologético, feliz, preocupado, confuso e afetuoso.

Tendências

Novas tecnologias e comportamentos que sinalizam mudanças sociais, econômicas, políticas, culturais e etc

Redução do contato físico

A tendência “touchless” se fortalece com novos serviços e produtos tecnológicos. Nos Estados Unidos, a empresa de tecnologia Square passou a oferecer aos restaurantes mais uma maneira de funcionar com o uso de códigos QR. Os clientes utilizam o sistema para abrir o menu, fazer o pedido e pagar. Mesmo não sendo exatamente uma novidade, o sistema tem inovações e é um avanço na tendência de redução de contatos físicos, gerada pela pandêmia.

Virtualização

Há uma aposta de que o processo de virtualização do consumo deve ser mantido. O comércio eletrônico conquistou até mesmo parte dos consumidores mais resistentes às compras virtuais. Também home office é um fato. Com estrada tecnológica em banda larga, o cenário é propício tanto para a virtualização das relações de negócios quanto do trabalho e sociais.

Lento versus rápido

Já nos convencemos que não há uma volta rápida a uma normalidade. Aliás, duvidamos se há algo normal, uma mesma rotina do passado, a nos esperar. Agora, já começamos a nos conformar com a ideia de que as coisas andam mais devagar para se estabilizar do que pensávamos. A vacina não será desenvolvida com rapidez. E nem será distribuída com a agilidade que se poderia desejar. Cenário ideal para o desenvolvimento de tecnologias capazes de nos deixar trabalhar em casa sem depressão. Os desenvolvedores de inovações provavelmente sabem aproveitar o momento.

Sem destino

Desesperadas pela normalidade, pessoas embarcam em vôos para lugar nenhum. Apenas para andar de avião e ter a sensação de que voltaram a viajar. O comportamento reforça que o momento é o ideal para o desenvolvimento de fantasias em realidade virtual. É o recurso ideal para destinos certos no momento em que não há previsões de retomada da normalidade do turismo.

Experiências transhumanistas

Série de fotografias de David Vintiner mostra pessoas usando a tecnologia para aprimorar seus corpos e sentidos, superar suas limitações e expandir os limites do que significa ser humano.

Setores & Profissões

Tecnologias no esporte

Plataformas digitais para fazer exercícios em casa tiveram um aumento de 226% de instalações até o final de março. Na área da saúde, uma pesquisa realizada pela SEMrush, instituição de marketing digital, apontou que as buscas no Google por terapia e psicólogo online cresceram 50% e 83%, respectivamente, a partir do início do isolamento social.

Secretária virtual

Plataforma propicia a franqueados um trabalho 100% home office e para os clientes secretárias sob demanda, altamente qualificadas e empreendedoras que quanto mais chamadas atendem ou realizam, mais ganham.

Futuro da engenharia mecânica

A engenharia mecânica não tende a sofrer impactos significativos do processo de automação de atividades profissionais nos próximos anos, como decorrência da revolução tecnológica. 

Agropecuária não garante desenvolvimento

Um país pautado pela agropecuária não deve se tornar rico e desenvolvido. Essa é a principal conclusão do novo estudo da Análise Econômica Consultoria (www.analiseeconomica.com.br), considerando a falta de precedente de nações que se desenvolveram produzindo commodities. Segundo o estudo, é preciso direcionar esforços para novas atividades, novos segmentos, novos setores – especialmente para atividades altamente tecnológicas.

“Hoje, o Brasil investe cerca de 2,3% do PIB em Ciência e Tecnologia, abaixo do patamar de países que participam da Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE). Mas a maior diferença reside no montante investido em pesquisa e desenvolvimento pela iniciativa privada. Enquanto a média da OCDE é de 1,3% do PIB, na Coreia é de 2,6% e na China é de 1,2%, no Brasil esse percentual não supera os 0,6%.

Indicadores

Déficit habitacional

Os brasileiros precisarão de 30,7 milhões de novas moradias até 2030, segundo um estudo inédito divulgado pela Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc). A estimativa foi feita considerando um crescimento médio de 3% na formação de novas famílias no país.

Matriz energética no Japão de 2050

A energia eólica offshore no Japão será capaz de substituir mais da metade da capacidade de geração que o país espera aposentar em meados do século. A capacidade dos parques eólicos na costa do Japão pode totalizar 90 gigawatts até 2050, o equivalente a 60% do combustível fóssil e das instalações nucleares que deverão ser fechadas até então.

2 Comentários

  1. Placido,

    Uma sugestão: fazer um artigo sobre como desenvolver habilidades humanas que máquinas, robôs, cérebros e inteligências digitais e artificiais nao desenvolverão nestas próximas décadas. Um projeto para desenvolver no ser humano estas habilidades. Porque se inteligências que não vem de cérebro já farão muita coisa, quais habilidades e como desenvolvê-las no ser humano para ele continuar evoluindo?
    Grato
    RHANILTON.

Participe das conversas sobre o futuro. Deixe a sua opinião

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.