O cenário de oportunidades para os marketeiros da era digital envolve desafios de aprendizado permanente. Foto: Pixabay
O cenário de oportunidades para os marketeiros da era digital envolve desafios de aprendizado permanente. Foto: Pixabay

Carlos Teixeira
Jornalista I Radar do Futuro

Quando você percebe que até mesmo a sua mãe, com os quase 90 anos de vida, está ligada na internet, não dá para duvidar que o marketing digital tem futuro. Ela nem precisa de você para pedir um Uber. Sim, a rede digital de comunicação via smartphone em cada mão, das crianças aos idosos, coloca consumidores potenciais à disposição dos estrategistas que vão administrar ações voltadas ao fortalecimento de marcas e à venda de produtos e serviços físicos e virtuais.

O cenário de oportunidades para os marketeiros da era digital envolve, também, desafios de aprendizado permanente. Conceitos e regras considerados como verdades absolutas em um dia podem ser abandonados de uma hora para outra. Basta o Google ou o Facebook mudar definições da otimização de ferramentas de busca (SEO, da sigla em inglês) para que as estratégias fiquem defasadas. Ou uma nova mídia social aparecer no espaço da rede.

Se você trabalha com marketing digital — ou pretende escolher uma profissão — o futuro já reserva algumas mudanças para as quais os profissionais de hoje podem se preparar. Por exemplo, com o tempo, breve, provavelmente, o texto vai perdendo relevância como meio de interação do usuário com as mensagens. A evolução dos assistentes virtuais já é um fato. A pergunta no ar é: Como você, especialista em marketing digital, vai desenvolver estratégias de um produto se o internauta deixa de olhar para uma tela para consultar um aparelho colocado discretamente em algum canto de um escritório?

A interação das pessoas com a internet tende a ser por voz. Cada vez mais nos próximos anos. As assistentes da Apple, da Amazon e da Microsoft brevemente parecerão pré-históricas. A sua avó ainda vai usar um relógio inteligente. Como se estivesse conversando com uma velha amiga. Não só isso, ao acessar um aparelho físico — ou uma tela projetada em um espelho ou parede — a idosa, assim como todas estarão contando com um vídeo para interlocução.

Marketing com inteligência artificial

Assistimos, já hoje, a ascensão da inteligência artificial (IA) no marketing e precisamos compreender como isso afeta os relacionamentos de clientes com os consumidores. O profissional responsável por estratégias das organizações deve entender como a empresa pode gerar conexões emocionais através de ambientes físicos e virtuais. Para Jessica Reznick, integrante do Conselho de especialistas da Forbes, “veremos a IA desempenhar um papel ainda maior para as marcas, à medida que elas procuram personalizar e automatizar mais as comunicações digitais e tradicionais”.

Na prática, a inteligência artificial terá papel cada vez mais central, com a maior capacidade de uso dos dados armazenados na rede global. Novas ferramentas de coleta, seleção, processamento e análise serão determinantes no desenvolvimento de estratégias voltadas a vendas ou posicionamento de marcas. Já no início da próxima década, a velocidade de acesso às informações terá um salto exponencial com a introdução de redes 5G profissional, o que vai assegurar a evolução dos recursos disponíveis para o marketing.

Será necessário entender, por exemplo, como ficam as campanhas em meados dos anos 2020, quando a IA já terá dado grandes saltos evolutivos. A comunicação de massa, como conhecemos hoje, por exemplo, tende a perder sentido. Em um cenário de fortalecimento do comércio eletrônico e de acesso a dados privados, caso não se tenha imposto limites, o consumidor poderá ser conhecido individualmente. Assim, será possível prever com precisão os movimentos de cada pessoa, para oferecer produtos certos, na hora certa, com o valor adequado ao comprador.

Quora.com:

Tendências futuras do marketing digital:

1. Pesquisa por voz: A pesquisa por voz desempenha um papel importante no fornecimento de todas as informações relevantes que as pessoas estão procurando, através de um conteúdo de áudio.

2. Bots Chat: Está se tornando mais popular. A tecnologia baseada em IA usa mensagens instantâneas para conversar em tempo real com seus visitantes.

3. Inteligência Artificial: Esta tecnologia está muito além do que você pensa, analisa o comportamento do consumidor e busca padrões, e fornece resultados que são mais relevantes para a consulta feita.

4. Video Marketing: É realmente útil se você incorporar um vídeo em sua estratégia digital, conseguir um maior engajamento ao carregar seus vídeos não apenas no Youtube, mas também no Instagram, LinkedIn, Facebook etc.

5. Pesquisa visual: onde um usuário pode fazer o upload de uma imagem e obter resultados mais relevantes e exatos.

6. Conteúdo ainda importa: Continuará a ser um componente essencial do marketing digital. Conteúdo relevante.

Participe das conversas sobre o futuro. Deixe a sua opinião

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.