estudante foto Marcos Santos 001Proliferação de meios de comunicação na internet e a transformação de computadores pessoais em canais de varejo mudam o mundo

Radar do Futuro 

O marketing viverá uma nova era de ouro. Tempos de valorização crescente para a atividade estratégica são previstos por um estudo inédito da consultoria McKinsey. Analistas de tendências da empresa acreditam no surgimento de oportunidades, além de ganhos  extras, capazes de levar os profissionais e departamentos criativos para campos repletos de desafios na batalha pela atenção do consumidor no mercado de consumo global.

O ambiente onde profissionais se inserem mistura diversidade, novidade e maior rigor na gestão de recursos, mais escassos diante do acirramento da competição global. Há a proliferação de meios de comunicação na internet e a transformação de computadores pessoais em canais de varejo. O aumento incessante da influência das mídias sociais móveis e dos jogos cria as condições do cenário, que, do ponto de vista negativo, inclui uma crise econômica em várias regiões do planeta.

A disruptura, o momento de quebra de padrões, se efetiva agora, com o amadurecimento das tecnologias e de modelos de negócios inovadores. As projeções contrariam os profissionais resistentes às mudanças. Aqueles para quem os hábitos dos consumidores não parecem ter mudado tanto, por considerar que, no final das contas, o mundo gira, mas fica no mesmo lugar. Os que pensavam que as mídias tradicionais seriam sempre suficientes para o relacionamento com o mercado. E defendiam os institutos de pesquisas como organizações suficientes para compreender hábitos e desejos dos públicos-alvo.

Investimentos – “A expansão resultante de plataformas tecnológicas tem impulsionado o crescimento consistente das despesas com marketing, que agora totalizam US$ 1 trilhão em todo o mundo”, garante a consultoria. Os diretores executivos  das empresas, CEOs, estão olhando para suas áreas de marketing mais do que nunca. “Mas com um jeito diferente. Mais do que nunca, eles precisam obter crescimento de primeira linha”, diz a Mc Kinsey. Os principais líderes reconhecem no marketing a alavanca fundamental para ajudar a alcançar os resultados em um mercado que muda constantemente.

Sob a influência de expectativas inovadoras, até mesmo a eficácia das despesas  geradas pelos departamentos com pesquisas e elaboração de estratégias vai sendo questionada. Diante da fragilidade do crescimento das economias, da inovação constante de produtos e acirramento da concorrrência, é natural que aumente a preocupação em aumento do controle do retorno dos investimento.

Segundo a Mc Kinsey, uma pesquisa realizada com CEOs de grandes grupos internacionais mostrou que cerca de três em cada quatro executivos concordaram com a afirmação de que os profissionais do marketing “estão sempre pedindo mais dinheiro, mas raramente podem explicar qual o incremento de negócios gerados pelos investimentos”. Em outra pesquisa, os diretores de marketing reconhecem o desconhecimento sobre resultados reais de campanhas. Um terço deles jamais provou quantitativamente o impacto das suas despesas.  

Os especialistas serão cobrados a entregar novos produtos em meio a pressões por desempenho. Segundo o estudo da McKinsey, o núcleo da nova era de ouro do marketing envolve cinco elementos simultâneos, responsáveis pelo movimento das estratégias. Os dois primeiros são a ciência e o conhecimento. A era de ouro do marketing inclui a demanda pela capacidade de integrar simplicidade nas estratégias, com a  velocidade na produção. Para a consultoria a história entra como o quinto elemento, ao  puxar as coisas juntos ao inspirar o cliente e organização.

Um outro relatório também recente, da consultoria Deloitte, reforça a projeção sobre a nova era do marketing. “A evolução dos clientes digitalmente conectados está no centro, refletindo a mudança dramática na dinâmica entre as relações e transações”, atesta a consultoria. Uma nova visão para o marketing está sendo formada. Os executivos investem em tecnologia para automação de marketing, geração de omnichannel, desenvolvimento de conteúdo, análise de clientes e iniciativas inovadoras para o comércio. A era moderna do marketing tem novos desafios na integração de cliente, conectividade, gestão de dados e insights.