Como manter a felicidade quando o mundo desmorona

0
319
No momento em que as pessoas se isolam é aina mais importante que geremos um fluxo de emoções positivas ao longo do dia. Foto: Pixabay
No momento em que as pessoas se isolam é aina mais importante que geremos um fluxo de emoções positivas ao longo do dia. Foto: Pixabay

Adriano Macedo*

O mês de abril começou e com ele a confirmação de que será necessário estender o período de isolamento social ou a chamada quarentena. Essa é uma das medidas necessárias e recomendada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para diminuir a chamada curva de contágio do COVID-19 pelo mundo.

O ser humano, dada a sua natureza, necessita de contato permanente uns com os outros, o que beneficia a própria saúde. O isolamento social já foi estudado pela ciência e costuma ser um um comportamento particular de certos indivíduos ou grupos que voluntaria ou involuntariamente, se afastam de outras pessoas.

Se os relacionamentos interpessoais presenciais influenciam nossa personalidade, opiniões e humor, entre outros aspectos, agora somos levados a interrompê-los temporariamente em benefício da coletividade. No entanto, este isolamento também pode afetar a nossa saúde mental e emocional, dependendo da nossa capacidade de lidar com esta condição.

Por isso, compartilho a seguir algumas dicas para quatro semanas de auto-isolamento. É um guia prático baseado em evidências, proposto por Sonja Lyubomirsky, Ph.D., professora de Psicologia da Universidade da Califórnia, em Riverside, pesquisadora e escritora, uma das principais referências globais da chamada Psicologia Positiva.

Autora do best-seller ‘The How of Happiness” (que, no Brasil, ganhou o título de “A Ciência da Felicidade”), Lyubomirsky publicou o artigo originalmente em inglês no site Psychology Today em 26 de Março de 2020 e me autorizou a traduzi-lo para o português e compartilhá-lo no Brasil.

“Nas últimas duas décadas, pesquisas psicológicas revelaram que a chave para uma vida feliz é experimentar explosões de emoções positivas ao longo do dia.”

As emoções positivas não apenas nos fazem sentir bem, elas ampliam nossos horizontes e desenvolvem nossas habilidades sociais, físicas e intelectuais. Uma avalanche de estudos mostrou que momentos felizes e elevados – não importa qual seja a origem – nos levam a ser mais sociáveis e agradáveis, mais produtivos e dinâmicos, mais ativos e inventivos, mais saudáveis e resilientes e mais cooperativos, amigáveis e criativos.

Agora que o mundo inteiro está se isolando e se distanciando socialmente, com preocupações, incertezas e disrupturas em nossas vidas diárias, é ainda mais importante que geremos um fluxo de emoções positivas ao longo do dia. Mas como fazemos isso?

Considerei descrever detalhadamente dezenas de estudos empíricos que contêm implicações sobre como enfrentar esses tempos difíceis, manter e até aumentar nossa felicidade. Em vez disso, ofereço um guia simples de quatro semanas, baseado em evidências, que sugere três atividades que podemos realizar toda semana que nos deixarão mais felizes, saudáveis e mais elevados durante esses tempos difíceis e cheios de crise.

Se você gosta e se beneficia dessas sugestões, compartilhe as suas favoritas por meio de bate-papo por vídeo, telefone, texto ou mídia social ou crie suas próprias variações e fale sobre elas.

Boa sorte!

Semana 1

Etapa 1: Pratique a gratidão

Não é fácil agradecer em momentos difíceis, mas a gratidão é um dos melhores antídotos para emoções negativas, como medo e desapontamento. Um passo que você pode tomar é manter um diário de gratidão: quando você acordar de manhã, anote algumas coisas pelas quais agradece naquele dia. Pode ser qualquer coisa – do banal (suas flores estão finalmente florescendo) aos magníficos (os primeiros passos do seu filho).

E se houver um indivíduo em particular que tenha apoiado ou ajudado você durante o surto de Covid-19, não espere para expressar seu reconhecimento. Ligue para ele hoje e lhe agradeça. Você se sentirá não apenas mais feliz e mais conectado, mas inspirado a ser uma pessoa melhor.

Etapa 2: Seja otimista.

Isso não é fácil, mas sempre que possível considere o lado positivo de uma situação durante o dia, procure o lado bom da adversidade e observe mais o que está certo e não o errado. Uma vez por semana, você também pode anotar seus sonhos em um diário imaginando o melhor futuro para você – seja em um ou em dez anos. Você ficará surpreso com o quão elevado você vai se sentir.

Etapa 3: Aprecie seus sentidos.

Uma vez por dia, faça um esforço especial para prestar muita atenção aos seus sentidos. Você pode fazer isso de várias maneiras – apreciando a doçura de um pedaço de fruta madura, sentindo o cheiro da grama recém cortada ou realmente ouvindo todas as notas da sua música favorita – o que for melhor para você. Para aguçar suas percepções, você pode tentar bloquear alguns de seus outros sentidos de vez em quando – talvez uma vez nesta semana você possa fechar os olhos enquanto almoça para sentir melhor os sabores.

Semana 2

Etapa 4: Simplesmente movimente-se.

O exercício é realmente importante para melhorar seu humor, mas você não precisa correr ou malhar em casa para sentir os benefícios. Tente saltar para cima e para baixo em sua cama, subindo correndo as escadas ou dançando quando tiver um momento para si mesmo – qualquer coisa que faça você se mexer lhe dará um pequeno impulso.

Etapa 5: Pratique a gentileza

Nesta semana, faça coisas boas para os outros – grandes e pequenos. Quando você ajuda ou torna o dia de alguém melhor, você eleva seu humor e espírito e até fortalece seu sistema imunológico. Seus atos gentis podem ser para estranhos (por exemplo, deixar um pai exausto passar na sua frente na fila do caixa) e pessoas que você conhece (ler um jornal para um vizinho idoso por telefone ou vídeo).

Etapa 6: Esteja absorvido com o que esteja fazendo

Quando você está tão envolvido com o que está fazendo, que não percebe a passagem do tempo, está em um estado chamado “fluxo”. Tente ter pelo menos duas experiências de “fluxo” durante o curso da semana, “perca-se” apenas por alguns minutos e sinta os benefícios do seu humor – seja concluir um projeto no trabalho, brincar com seus filhos ou desfrutando de um hobby.

Semana 3

Etapa 7: Sorria e dê risadas

Garanta que você ria e sorria pelo menos uma vez todos os dias. É simples assim. Assista a um filme engraçado, compartilhe um meme hilariante com um amigo, lembre-se de uma história embaraçosa. Apenas sorria e dê risadas.

Etapa 8: Mostre interesse genuíno pelos outros

Pesquisas mostram que ter relacionamentos pessoais gratificantes fornece um dos mais fortes estímulos ao humor e à felicidade. Uma maneira de nutrir seus relacionamentos é interessar-se de maneira autêntica pelo que as pessoas estão passando em suas vidas.

Uma vez por dia, quando estiver falando ao telefone ou por videoconferência, pergunte à pessoa o que ela está fazendo e compartilhe algumas coisas que também são significativas para você. Ou, antes de correr para iniciar uma reunião de trabalho, pergunte à pessoa ou ao grupo algo sobre eles. Você pode ser agradavelmente surpreendido com o que encontra.

Etapa 9: Lembranças

É fácil esquecer como ser feliz em nossas vidas cada vez mais estressantes, especialmente hoje. Reserve um momento, uma vez nesta semana, para pensar em um dos dias mais felizes que você já teve – talvez seu aniversário favorito, o dia em que ganhou um cachorrinho, o dia do seu casamento – e repita-o em sua mente como se estivesse rebobinando uma fita de vídeo e assistindo de volta. Pense nos eventos do dia, lembre-se do que aconteceu com o máximo de detalhes possível e recapture a maneira como isso elevou seu espírito. Não analise esse momento feliz – apenas o reviva e aprecie divertir.

Semana 4

Etapa 10: Transporte-se com os sentidos

Os sentidos têm o poder de nos transportar para um lugar e um tempo diferentes, e para os momentos felizes que queremos lembrar. O olfato, em particular, está intimamente ligado à nostalgia e pode levá-lo a uma memória feliz instantaneamente. Em pelo menos uma ocasião desta semana, use seus sentidos e sua imaginação para te transportar para um lugar feliz. Não fique apenas na fila do mercado – inspire o aroma fresco das flores expostas e seja transportado para fora, ou pense no melhor sorvete que você já provou até que esteja quase como se estivesse tomando de novo.

Etapa 11: Conectar-se com alguém

Nesta semana, reserve o máximo de tempo possível – não é preciso muito – para desfrutar de um de seus relacionamentos pessoais. Seja para passar algum tempo de qualidade com seu parceiro, jogar um jogo com seus filhos, almoçar com seu chefe por meio de bate-papo por vídeo ou rastrear um velho amigo pelas mídias sociais – esta é uma maneira poderosa de aumentar sua felicidade.

Etapa 12: Celebre suas conquistas

Seu passo final é celebrar suas experiências nas últimas quatro semanas. Provavelmente foi um período desafiador e estressante por várias razões, e você conseguiu. No final da última semana, pense nas novas coisas que você fez nessa jornada. Quais tiveram o maior efeito sobre o seu humor e espírito. Quais foram as suas emoções favoritas impulsionadas ou os momentos em que você se sentiu feliz, saudável e elevado?

  • Jornalista e escritor. Cofundador do Instituto Movimento pela Felicidade e Membro da Canadian Positive Psychology Association (CPPA).
    LinkedIn: linkedin.com/in/adrianmcendo