Novidade implantada pela TIM Brasil demonstra que as visões de futuro da internet estão se tornando cada vez mais reais

Carlos Teixeira
Jornalista – Radar do Futuro

“As Olimpíadas do Japão serão a grande vitrine global do salto exponencial da tecnologia na próxima década.” A avaliação é de Marco Di Constanzo, diretor de Engenharia da TIM Brasil, para quem o público presencial e os telespectadores terão experiências inéditas nos estádios, nos locais de hospedagem, no transporte ou diante de aparelhos de televisão. Será o acesso a inovaçoes que tendem a ser comuns nos anos seguintes, em todos lugares do planeta. 

Táxis sem motoristas, robôs tradutores, ruas solares e energia totalmente renovável serão algumas das inovações. A tecnologia terá dado um salto efetivamente amplo em decorrência da força e da velocidade de quinta geração das tecnologias 5G. Para o executivo Di Constanzo, a TIM Brasil, no mesmo ano de 2020, estará desenvolvendo os testes comerciais da tecnologia, para que ela seja adotada comercialmente no Brasil já no ano seguinte.

Na prática, a operadora vem intensificando os investimentos e o reposicionamento para garantir vantagens na corrida pela maior qualidade de atendimento aos consumidores. Líder em cobertura 4G no Brasil, ela disponibilizou o sistema Voice over LTE (VoLTE) em Belo Horizonte e 176 municípios mineiros. São 1500 cidades brasileiras com o salto tecnológico, com projeção de mais de 2 mil até o final do ano. 

Agilidade da atualização

O serviço permite ligações de voz em alta definição pela rede de quarta geração. Para o consumidor, a implantação significa que a distância que separa as inovações entre o Brasil e outros cantos do mundo deve ser encurtada de forma mais rápida do que se imagina, mesmo com o cenário negativo do ambiente econômico interno. 

Há, segundo  Di Constanzo, a tendência de mudança das regras do jogo, em que o consumidor começa a ver de fato a adoção de novidades como vídeos de ultra qualidade, realidade virtual, internet das coisas, indústria 4.0 e aplicações de inteligência artificial no saúde.

A TIM Brasil destaca que a funcionalidade do VoLTE permite que as ligações, hoje realizadas por circuitos, evoluam para uma rede de dados, garantindo eficiência e estabilidade para o processo de comunicação e de interação dos usuários. Qualidade é, de fato, uma das vantagens da novidade, já que as ligações são realizadas em alta definição de voz, sem ruídos. Mesmo em um ambiente em que há pessoas conversando é possível ouvir bem outra pessoa pelo telefone.

Outros fatores importantes para o usuário são a navegação simultânea, utilizando o 4G e a redução do consumo de bateria, com duração até 35% maior em ligações de voz. Além disso, outro aspecto importante relacionado com o aumento da velocidade, o tempo de estabelecimento da ligação passa a ser quatro vezes mais rápido que o atual. 

As inovações posicionam a TIM Brasil como concorrente de destaque no cenário da telefonia digital, onde algumas das previsões sobre o que seria o futuro já estão disponíveis. A acelerada expansão da rede 4G, que está disponível em mais de 3,1 mil municípios brasileiro, vem acompanhada da velocidade na prestação de serviços aos seus usuários.

A operadora foi a primeira a utilizar a agregação de três frequências — 1800 MHz, 2600MHz e 700 MHz), inclusive em Minas Gerais, melhorando a navegação móvel de seus usuários. Hoje, mais de 80% do tráfego gerado nos smartphones dos clientes mineiros vem da tecnologia de quarta geração, que conta com uma velocidade mais alta e um tempo de resposta de dados mais curta.