Restrições ao convívio social dificultam desenvolvimento, atestam pediatra e mãe em vídeo da TV UFMG

Há mais de um ano, a crise desencadeada pela covid-19 afeta vários aspectos da experiência humana em diversas faixas etárias. Crianças nascidas pouco antes do início da pandemia ou até mesmo durante esse período estão entre as mais afetadas. Na UFMG, alguns pesquisadores trabalham para compreender esses impactos nas crianças e identificar formas de minimizá-los.

É o caso da professora Cláudia Siqueira, do Departamento de Pediatria da Faculdade de Medicina da UFMG. Em reportagem da TV UFMG, ela analisou os impactos da pandemia no desenvolvimento cognitivo, na capacidade de aprendizagem e na socialização das crianças. 

A professora Ana Carolina Palhares, da rede municipal de Belo Horizonte, relatou a dificuldade de conciliar as tarefas do trabalho e as da casa com a devida e necessária atenção ao desenvolvimento da filha, Isabela, de dois anos. 

Assista aqui ao vídeo da TV UFMG 

Equipe: Daniel Mendes –
produção; Márcia Botelho – edição de imagens; Ruleandson do Carmo – edição de conteúdo).

Participe das conversas sobre o futuro. Deixe a sua opinião

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.