No ano passado a MRV investiu mais de R$ 17 milhões na tecnologia.

Até 2022, a MRV pretende investir R$ 800 milhões para instalação de sistema de energia fotovoltaica em todos os novos projetos. Em 2019, a MRV aplicará R$ 50 milhões em empreendimentos com sistema fotovoltaico.
Em 2018, a construtora inaugurou no Spazio Pathernon, em Belo Horizonte, a maior usina geradora na modalidade de Empreendimentos com Múltiplas Unidades (EMUC) em um condomínio de 440 apartamentos, um marco no Brasil e no mundo. O sistema tem capacidade de 437KWp.No ano passado, a empresa investiu mais de R$ 17 milhões na tecnologia. Os condomínios da construtora já geraram mais de 1.000.000 KWh por meio do sistema. Além de Belo Horizonte, a empresa instalou a tecnologia em outros três empreendimentos, em Salvador, Cuiabá e São Luís

Os empreendimentos que possuem células fotovoltaicas estão enquadrados no programa Minha Casa, Minha Vida. O Solar do Parque, de Salvador, foi o projeto piloto para a construtora utilizar o sistema de compensação de energia junto às concessionárias.

De acordo com a tecnologia, células fotovoltaicas instaladas no telhado das torres dos prédios convertem a energia solar em energia elétrica. A carga gerada é transmitida para a rede de distribuição da concessionária local e, ao final do mês, é gerado um saldo de acordo com a energia produzida pelo sistema.

Participe das conversas sobre o futuro. Deixe a sua opinião

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.