Cinco startups para ficar de olho em 2020

0
298

Sistemas educacionais, agronegócios, saúde, cadeias de suprimentos e gestão de funcionários são áreas que prometem atrair investidores.

Vivemos a era delas. De 2015 até 2019, o número de startups passou de cerca de 5 mil para mais de 12 mil, um aumento superior a 200%, segundo dados da Associação Brasileira de Startups (ABStartups). Desse total, nove são unicórnios, avaliadas em mais de US$ 1 bilhão. Podemos ressaltar aqui dois fatores influenciadores desse crescimento: empreendedores mais focados em resultados e ecossistemas preparados para arrecadarem e distribuírem investimentos.

Mas por quê ecossistemas preparados para investimentos? Startups carregam em seu DNA a inovação atrelada a facilidade e acessibilidade, fatores críticos de sucesso para que a alavancagem no meio empresarial seja ainda mais ágil. Porém, como o impedimento financeiro pode sim existir, entra em cena o investidor, aquele que já enxerga o quão longe a empresa pode chegar e aposta nisso.

Agora, confira abaixo cinco startups que ainda não arrecadaram recursos de grandes investidores, mas que devem chamar atenção em 2020:

CliniClik (Saúde)

Fundada em 2018, tem como missão conectar os profissionais de saúde com donos de salas comerciais que não estão 100% alocadas, tornando o processo de compartilhamento de consultórios mais prático e seguro, tudo isso por meio da tecnologia. Com um processo 100% digital e desburocratizado, extingue a necessidade de fiador, seguro ou depósito.

Grão Direto (Agronegócio)

Voltada para o mercado do agronegócio, conecta agricultores, compradores, corretores e armazéns, tornando a compra e venda de milho, soja, sorgo e outros grãos mais moderna e segura. Além disso, por meio da sua tecnologia fornece informações para gerar novos negócios de forma rápida e eficiente. A startup pretende aumentar em 2020 a sua participação em outras localidades, assim como seus investimentos.

Optimum Supply (Sourcing)

Essa plataforma de software como serviço fornece o apoio completo à tomada de decisão de empresas para a seleção de fornecedores de produtos e serviços em compras complexas e estratégicas, de forma transparente e dinâmica, fundamentada em uma metodologia de multicritérios. Entre suas metas, está a expansão internacional, primeiramente para o mercado europeu, e ter cerca de 150 clientes até o final de 2021.

Pin People (Gestão de Employee Experience)

Trata-se de uma plataforma de gestão de experiência do funcionário que permite que organizações automatizem e mensurem essa experiência de forma a atrair, engajar e reter o candidato mais adequado para determinada vaga, tudo por meio da inteligência de dados, que escolhe de maneira rápida e prática quem pode realizar tal tarefa com mais qualidade.

Shapp (Edutech)

O aplicativo conecta professor e aluno de qualquer disciplina, seja do corpo ou da mente, promovendo assim o ensino presencial e facilitando o ensino a distância. Por meio do app, professores têm a oportunidade de ganhar uma renda extra e alunos de encontrarem bons educadores, sem dependerem exclusivamente do “boca a boca”. Atualmente, conta com mais de 1000 mestres cadastrados em 320 cidades brasileiras.

Participe das conversas sobre o futuro. Deixe a sua opinião

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.