Startup mineira TeamHub é selecionada para o Semente Preta, fundo do Nubank

0
137
A CEO Tati Santarelli, na foto, é a única mulher entre os três primeiros empreendedores negros escolhidos no programa "Semente Preta" de investimentos em startups
Divulgação

A CEO Tati Santarelli é a única mulher entre os três primeiros empreendedores negros escolhidos no programa “Semente Preta” de investimentos em startups

A startup mineira TeamHub (www.teamhub.com.br), liderada por Tati Santarelli (foto em anexo), está entre os três primeiros selecionados pelo Semente Preta, novo fundo de investimento do Nubank. O Nubank anunciou a criação do próprio fundo de investimentos destinado a startups brasileiras com fundadores e/ou lideranças negras, o Semente Preta, em março deste ano, e vai destinar até R$ 1 milhão para empresas com base tecnológica que já tenham seu produto mínimo viável (MVP) validado, além de oferecer treinamentos e consultoria para ajudar no desenvolvimento do negócio.

A CEO Tati Santarelli relata que ser uma mulher negra nesta posição é um desafio diário em um meio predominantemente masculino e branco, mas entende que sua posição firme à frente da empresa reflete positivamente nos funcionários que lidera, nos clientes com quem se relaciona. De agora em diante, a TeamHub pretende disseminar o tema da diversidade nas empresas que atende, partindo de sua própria plataforma.

“Pensar o desenvolvimento de soluções tecnológicas a partir do protagonismo e liderança de mulheres negras é inovador e revolucionário. Somos o maior grupo étnico do Brasil. Sinto-me honrada e feliz por ter sido selecionada pelo Fundo Semente Preta”, disse Tati Santarelli.

A TeamHub, de Tati Santarelli

Com três meses de consultoria de gestão de pessoas, a mineira Tatiana Santarelli conseguiu emplacar o primeiro trabalho em uma grande empresa estatal brasileira. A proposta era que ela usasse sua experiência de mais de 20 anos para fazer apenas o diagnóstico de clima dos funcionários. Mas Tatiana foi além. “Percebi que mais do que só olhar para indicadores, era preciso entender por que as pessoas estavam reagindo daquela maneira àquele ambiente”. O retorno do cliente foi positivo, com elogios rasgados pela forma como ela conseguiu entender a fundo os problemas e promover mudanças logo de cara. “Saí de lá pensando que eu precisava de uma ferramenta para entender o ambiente, mas não sabia como fazer isso”.

Assim estreitou seus laços profissionais com Rodrigo Grossi, que mais tarde viraria seu sócio: ele queria apresentar um projeto que estava desenvolvendo, mas Tatiana viu a chance de usar o conhecimento dele em tecnologia para colocar seu plano em prática. O plano era tão bom que os dois concordaram em seguir com a TeamHub e deixar a outra ideia de lado. Criaram do zero uma empresa de tecnologia para projetos de boas práticas organizacionais – ou seja, para ajudar empresas a gerir seus times, carreiras e a cultura. “Sempre encarei a TeamHub como uma ferramenta de apoio ao meu propósito, de contribuir para fazer o bem. Descomplicamos a gestão da cultura organizacional através de um processo dinâmico, interativo e acessível a todos”, afirma.

Semente Preta: Sobre a TeamHub

Fundada em 2018, a TeamHub vem ajudando empresas de médio e grande portes a obterem melhores resultados com uma gestão descomplicada da cultura organizacional. Oferece ao mercado uma plataforma digital, capaz de alinhar cultura e objetivos estratégicos. Entre os principais resultados estão maior engajamento e aumento da produtividade, o que reflete no maior crescimento operacional e financeiro.

A TeamHub passou pelo Inovativa Brasil, um programa do governo federal para aceleração de startups. Desde 2019, participa do programa de venture building da Criabiz Ventures, que é sócia da startup e realiza a gestão de seus processos de funding e Relações com Investidores. Entre os seus clientes estão o grupo Hermes Pardini (Ibov: PARD3), Rede de Hospitais São Camilo-SP, Konica Minolta e FIA/USP, entre outros.

Para saber mais acesse

www.teamhub.com.br.

Leia também:

Afroturismo e um jogo para se aprender

Participe das conversas sobre o futuro. Deixe a sua opinião

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.