Digitalização ajuda crescimento de empresas da construção civil na crise

0
211
operários trabalham em obra de prédio Foto: Pixabay
Foto por Pixabay em Pexels.com

Startup, que tem como intuito conectar pessoas de todo Brasil, mostrou nova forma de fazer negócio na construção civil

A pandemia de Covid-19 afetou diretamente a economia, a saúde pública, o mercado de trabalho e a rotina das famílias brasileiras. Mais do que isso, ela provocou mudanças profundas na sociedade, como o aceleramento da digitalização, novos hábitos de consumo, implantação do home office, entre outras. E foi por conta destas transformações que a Intec Brasil, plataforma de informações e contatos para a construção civil, viu seu faturamento e número de clientes dispararem. Na contramão da economia brasileira, a empresa registrou crescimento de 14% e 52%, respectivamente.

Em meio a um mercado exclusivamente presencial, a Intec Brasil oferece a oportunidade de vendedores continuarem em contato com as 14 mil obras em andamento por todo o Brasil, principalmente neste momento de isolamento social. Ela monitora as atividades de construtoras e incorporadoras e disponibiliza para seus clientes o contato do responsável pela compra de materiais de construção, de acordo com o momento da obra. Além de fornecer dados técnicos e comerciais, ainda oferece um serviço de CRM para gerência dos clientes e maior efetividade de vendas.

Com tecnologias como geolocalização e agenda de follow up, a startup paulistana, que surgiu em 2017, ganhou força no mercado e provocou uma mudança profunda na rotina dos vendedores e das construtoras, como explica o fundador da empresa, Bruno Silva. “Antes, a equipe comercial batia de porta em porta, nas obras e nos escritórios, para oferecer seu produto ou serviço. Hoje em dia, isso não é mais necessário. É possível fazer todo o processo digitalmente, gerando economia de custos e otimização de trabalho”, diz.

Com o novo lockdown e o fechamento das lojas de materiais de construção civil em São Paulo, Bruno vê uma boa oportunidade para crescimento da empresa. “Agora, mais do que nunca, os vendedores vão buscar recursos digitais para oferecer materiais de construção para obras em andamento. Isso é uma oportunidade boa para nós. Acredito que devemos crescer cerca de 19% em 2021.

A digitalização foi bem aceita no mercado já que, além de promover a continuidade e efetividade do trabalho em um momento onde todo o comércio está fechado, as empresas puderam expandir suas fronteiras e fechar negócios com empresas de outras cidades e estados. “Nossa missão é oferecer e facilitar negócios, tanto para grandes quanto para médias e pequenas empresas. Tem mercado para todo mundo. É muito bacana ver como as pessoas aderiram à digitalização e ficamos muito felizes de fomentar esse processo”, complementa o jovem empreendedor.

Confira mais:

5G automação cenários comércio eletrônico conjuntura conjuntura econômica conjuntura política conjuntura social consumo covid-19 crise climática desemprego educação em 2020 energia solar futuro futuro da educação futuro da indústria futuro da medicina futuro das empresas futuro das profissões futuro do comércio futuro do marketing futuro do planeta futuro dos negócios futuro do trabalho futuro do varejo impactos da inteligência artificial indicadores indústria 4.0 inovação inovações inteligência artificial mercado de trabalho notas econômicas oportunidades oportunidades do futuro o que vem por aí pandemia profissões do futuro pós-graduação robotização sustentabilidade tendências trabalho no futuro

Participe das conversas sobre o futuro. Deixe a sua opinião

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.