Semana da Educação debate como inclusão pode transformar a sociedade brasileira

0
135


Evento on-line promovido pelo Cursinho Popular EACH-USP discute a importância da educação como ferramenta de transformação social; palestras ocorrerão entre os dias 27 e 30 de abril

David Ferrari

Por causa das desigualdades sociais, raciais e de gênero, o acesso à educação não é igualitário. Uns podem estudar nas melhores escolas, com os melhores professores e materiais, enquanto outros sequer conseguem concluir o estudo primário. Com o objetivo de promover discussões sobre o atual cenário educacional, o Cursinho Popular EACH-USP organiza a edição da Semana da Educação, um evento on-line gratuito que abordará a importância da educação na transformação da sociedade.

Com o tema A transformação social através da educação: como a inclusão pode mudar a sociedade brasileira, a entidade da Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH) debaterá questões como gênero, sexualidade, educação periférica e a Educação de Jovens e Adultos (EJA) no Brasil.

Aberta ao público, a Semana da Educação acontecerá entre os dias 27 e 30 de abril, das 17 horas às 18h15. Cada encontro terá uma mesa temática composta de palestrantes de diferentes áreas. Entre os participantes confirmados estão Gabriela Bailas, cientista, youtuber e podcaster, Helena Vieira, professora e transfeminista, e Mariângela Graciano, professora da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e especialista nas temáticas da EJA.

Para participar, é necessário fazer inscrição através do site, neste link, até o dia 27 de abril. A transmissão das mesas ocorrerá por meio das plataformas do cursinho no Facebook e Youtube. Os links para acesso serão enviados através do e-mail cadastrado durante as inscrições. Ao final, todos os participantes receberão um certificado.

O Cursinho Popular EACH-USP é uma entidade organizada e gerida por estudantes e professores voluntários. O grupo busca ser um facilitador para jovens que se encontram em estado de vulnerabilidade social e sonham em ingressar em uma universidade.

Confira a programação do evento:

Mesa 1 (27 de abril às 17h) – Pensamento Anticientífico e Negacionismo no Brasil, com Gabriela Bailas (cientista graduada em Física e PhD em Física teórica de partículas, youtuber e podcaster);

Mesa 2 (28 de abril às 17h) – Educação, Gênero e Sexualidade, com Helena Vieira (escritora, professora e transfeminista), Jade Arbo (mestra em Filosofia e bacharela em Letras) e Victória Toth (graduanda em Direito pela USP e pesquisadora no Núcleo de Estudos da Violência – NEV-USP);

Mesa 3 (29 de abril às 17h) – Educação de Jovens e Adultos: uma experiência brasileira, com Mariângela Graciano (doutora em Educação), Cleber Vieira (doutor em Educação) e Danyelle Cavalcante (ex-aluna da EJA);

Mesa 4 (30 de abril às 17h) – A Importância da Educação Decolonial nas Periferias, com Kaio Gameleira (graduando em Gestão de Políticas Públicas pela USP, pesquisador e ativista) e Caio Gabriel (graduando em Letras pela USP, poeta e músico).

Para participar, inscreva-se gratuitamente através do formulário.

Acesse o evento no Facebook.

Participe das conversas sobre o futuro. Deixe a sua opinião

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.